O ano mal começou, e já tem time comemorando título. Como já é tradição, o Japão iniciou seu ano futebolístico com a disputa da final da Copa do Imperador, torneio mais antigo do país e que encerra a temporada por lá. Desta vez, Yokohama Marinos e Sanfrecce Hiroshima decidiram o título em um jogo que valia mais que a taça por si só. Estava em jogo também a honra dos Marinos, que, após liderarem boa parte da J-League, deixaram o título escapar com tropeços nas últimas rodadas e viram o Hiroshima ser campeão. E a vingança aconteceu.

Melhor na posse de bola e também nas finalizações, o Sanfrecce Hiroshima não conseguiu converter a superioridade nas estatísticas em gols. Já o time de Yokohama precisou de apenas 21 minutos de jogo para fazer os tentos da vitória por 2 a 0. Manabu Saito, aos 17, e Yuji Nakazawa, aos 21, garantiram à equipe o título da competição.

Apesar da conquista sobre a equipe que “tomou” dos Marinos a J-League, Shunsuke Nakamura, aquele mesmo, não escondeu a decepção de não ter levado a liga e falou pouco empolgado com a taça que havia acabado de conseguir: “Estou feliz com a vitória, mas teria sido melhor se tivéssemos vencido o título da liga”.

Independentemente da satisfação ou não do grande batedor de faltas Nakamura, a conquista é importante para o Yokohama Marinos. Foi apenas a segunda vez em sua história que levou a Copa do Imperador, e a última havia sido em 1992. Entretanto, o Tricolore sabe que precisará de muito empenho para compensar seu torcedor também na próxima temporada, pois a forma como perdeu a J-League é de tirar o ânimo de qualquer um. Pelo menos em branco essa temporada da equipe não passou.

Veja os gols da vitória do Yokohama Marinos sobre o Sanfrecce Hiroshima