Alex foi o craque no título do Brasileirão de 2003

5 times que se tornaram emblemáticos nos pontos corridos

O Cruzeiro é o time mais badalado do momento no Brasil. Atual campeão brasileiro, o time é o líder com cinco pontos de vantagem para o atual segundo colocado, Corinthians. Muito se fala sobre como o time se formou e os méritos que levaram o time celeste a ser tão forte. Vários times vitoriosos surgiram nos últimos anos, na chamada era dos pontos corridos, muito se falou no processo de formação dos times. O nosso tema da semanas falará de clubes que marcam a história desse período pela forma como montaram seus times, incluindo até um time que não foi campeão, mas foi capaz de se tornar um dos times mais fortes do período.

Planejamento se tornou uma palavra repetida, mas algumas vezes mesmo sem isso o time foi campeão. Outras vezes, mesmo fazendo tudo certo, o time não levou. Falaremos como alguns times conseguiram sucesso mesmo sem ter as condições ideais fora de campo, enquanto outros bateram na trave na hora de conquistar o título mesmo fazendo tudo conforme parecia ser certo. Não há fórmula pronta para ter um time vencedor ou marcante, mas há diversos modelos que foram bem sucedidos em alguns momentos, porque esses times foram capazes de aproveitar as chances no momento que elas apareceram.

Escolhemos cinco times que marcaram esse período por motivos diferentes. Cada um deles teve seu mérito e também vive o desafio de encontrar um modo de continuar vencendo. Mostramos cinco times que foram emblemáticos na formação dos seus times e que marcam esse período.

Segunda: São Paulo e o time com os sem contrato

O time do Morumbi conseguiu três títulos consecutivos entre 2006 e 2008 e ameaçou criar uma era. O modelo utilizado para criar um time que foi hegemônico nesse período, parecendo ter criado um novo padrão. O modelo acabou se esgotando, mas mostrou um novo caminho a ser seguido.

Terça: Internacional formador, bem administrado e sem título brasileiro

Elogiado por ter uma gestão fora de campo competente, o Inter se tornou um time que sempre é apontado como um dos melhores do Campeonato Brasileiro. Chegou às primeiras posições, mas mesmo com elencos caros e sendo um clube bem administrado, não levou o título brasileiro. Mesmo assim, tornou-se um clube que revela talentos e conseguiu títulos importantes.

Quarta: Corinthians foi dos gastos irresponsáveis à gestão competente de recursos

Em 2005, o Corinthians era um time milionário por ter um parceiro com carteira aberta, a MSI. Formou um time de estrelas e acabou levando o Brasileiro, mas o modelo ruiu com a saída da empresa. Depois de ser rebaixado em 2007, o time se reestruturou e passou a usar a seu favor todo o potencial e a capacidade financeira para se tornar um dos mais fortes times do país.

Quinta: Fluminense e seus times no cravo e na ferradura

Sem a infraestrutura e o planejamento de outros campeões, o Fluminense conseguiu se tornar um time forte nesse período, ganhando títulos em 2010 e 2012, além de ir para a Libertadores em outro ano. O problema é que o time também brigou pra não cair duas vezes e só não caiu na última porque a Portuguesa escorregou e vive sob a ameaça de um dia acabar o dinheiro do patrocinador rico.

Sexta: Cruzeiro e dois títulos separados por 10 anos com modelos diferentes

O primeiro campeão dos pontos corridos tinha um time cheio de bons jogadores e estrelas. Em 2013, com um time formado a partir de jogadores de bom desempenho e quase sem grandes estrelas, o time novamente foi ao topo e montou um time que segue forte. Será duradouro?