O Olympique de Marseille sustenta a fama de contar com uma das torcidas mais apaixonadas da Europa. Há uma questão regional muito forte em relação à Provença, mas os apaixonados se espalham pelo país. E, neste domingo, Kamel Zaroual se transformou em torcedor-símbolo dos celestes. O homem de 36 anos foi convidado para dar o pontapé inicial antes do jogo contra o Toulouse, no Estádio Vélodrome. Fez mais do que isso. O fanático partiu com a bola dominada, passando por entre os adversários, até chegar à entrada da área. Bateu no canto, sem que o goleiro Alban Lafont alcançasse, mesmo saltando. Balançou as redes e levantou o rugido das arquibancadas, vibrando demais para comemorar. Pode parecer algo banal, mas para Zaroual significava o mundo. Suas lágrimas são emblemáticas.

A homenagem do Olympique de Marseille ao torcedor, porém, não era sem motivo. Se Kamel Zaroual pôde viver aquele momento, foi por causa de seu enorme coração. Na última semana, os marselheses enfrentaram o Amiens fora de casa, vencendo por 2 a 0. O fanático tinha ido ver o jogo de bicicleta. Saiu de Arles, cidade no litoral sul da França, vizinha a Marselha, até Amiens, que fica no nordeste do país, próxima da fronteira com a Bélgica. O rapaz rodou mais de 1,8 mil quilômetros em sua aventura, que durou dias, pedalando cerca de dez horas a cada jornada. Mais do que um ato de “loucura”, Zaroual queria chamar atenção para uma causa: como já tinha feito na temporada passada, pretendia arrecadar dinheiro para comprar ingressos no Vélodrome a crianças deficientes e carentes. Conseguiu juntar €2,4 mil, doados por 146 pessoas. E ganhou o reconhecimento do próprio clube.

O gol de Kamel Zaroual foi o mais importante da noite, mas sua festa só esteve completa com a vitória do Olympique, quando a bola rolou de verdade. Os celestes emendaram o seu terceiro triunfo consecutivo na Ligue 1, ao anotarem 2 a 0 sobre o Toulouse. Florian Thauvin abriu o placar no primeiro tempo, enquanto Lucas Ocampos aumentou a contagem na etapa complementar. Os marselheses ocupam a quinta colocação na tabela, com 13 pontos, a dois de entrar na zona de classificação à Champions.