Depois de protagonizar a sua epopeia na Eurocopa, a Islândia segue forte em busca de sua primeira participação na Copa do Mundo. Os nórdicos somam quatro pontos em duas rodadas das Eliminatórias e dividem a liderança do equilibrado Grupo I, junto com a Croácia. Porém, mais impressionante que o fato é a forma como os islandeses conquistaram sua primeira vitória na campanha. Jogando contra a Finlândia, a equipe sofria uma sentida derrota em Reykjavík até os 45 do segundo tempo. Pois conseguiram não só empatar, como também buscar a virada por 3 a 2 no quinto minuto dos acréscimos. Gol que botou em transe as arquibancadas do estádio Laugardalsvöllur.

O caldo começou a engrossar para a Islândia com apenas 21 minutos. Após cruzamento da direita, Teemu Pukki apareceu sozinho na área para completar de cabeça e deixar a Finlândia em vantagem. A resposta do time da casa veio aos 37, com Krai Árnason aproveitando a saída atabalhoada do bom goleiro Lucas Hradecky para cumprimentar de cabeça. Todavia, os finlandeses voltaram à dianteira somente dois minutos depois, com Robin Lod finalizando duas vezes.

No segundo tempo, a Islândia partiu para cima. Só que a noite não parecia mesmo sua quando Gylfi Sigurdsson desperdiçou um pênalti. O camisa 10 acertou o travessão e a ainda bola bateu nas costas de Hradecky, antes de caprichosamente parar quase em cima da linha. Entretanto, o goleiro pouco pôde fazer diante da perseverança dos islandeses. Aos 45, Sigurdsson se redimiu cruzando para Alfred Finnbogason empatar. Já a virada se consumou aos 50, no minuto extra de acréscimo que o juiz deu. Em mais uma bola na área, Árnason escorou e Ragnar Sigurdsson apareceu meio desajeitado na pequena área para concluir. Apesar das reclamações dos finlandeses, a bola entrou.

Ao final do jogo, aconteceu a tradicional comemoração batendo palmas. O capitão Aron Gunnarsson puxou o ritual viking entre jogadores e torcedores. Ainda que a concorrência seja complicada, especialmente por Croácia, Ucrânia e Turquia, a Islândia está no páreo rumo à Copa do Mundo de 2018. E os três pontos conquistados nesta quinta podem ser fundamentais. Abaixo, os vídeos com os dois últimos gols e a festa ao final: