Já pensou que louco se toda vez que um jogador marca um gol, algum famoso morre? Parece enredo de filme de comédia B americano, mas é verdade.

O meia galês do Arsenal, Aaron Ramsey, parece ter um talento especial para marcar gols que coincidem com a morte de pessoas famosas.

E a lista é mais célebre do que você imagina: de Bin Laden até Whitney Houston. Em pelo menos sete gols do galês, uma celebridade faleceu horas depois de Ramsey comemorar um de seus tentos.

Sabendo disso, fizemos uma pesquisa intensa e estudamos os óbitos de famosos (nossa, foi mesmo mórbido) numa margem de até três dias depois dos gols de Ramsey e achamos mais curiosidades em alguns dos 21 tentos marcados pelo jogador. Confira abaixo a nossa lista funerária:

5/jan/2008: Chasetown
Morre Buddy LeRoux, ex-dono do Boston Red Sox, em 7 de janeiro.

22/ago/2009: Portsmouth
Morre Ted Kennedy, senador de Massachussets e irmão de John e Bob Kennedy, ambos assassinados nos Estados Unidos na década de 1960. Ted morreu dia 25 de agosto.

14/nov/2009: Escócia
Morre Antonio De Nigris, atacante mexicano, em 16 de novembro, após um ataque do coração. Tinha 31 anos e jogava pelo Larissa, da Grécia.

1/mai/2011: Manchester United
Morre Osama Bin Laden, líder e fundador da organização terrorista Al-Qaeda, no dia 2 de maio. Ele foi encontrado por tropas americanas.

2/out/2011: Tottenham
Morre Steve Jobs, co-fundador e presidente da Apple, no dia 5 de outubro.

19 /out/2011: Olympique de Marseille
Morre Muammar Gaddafi, ditador da Líbia, em 20 de outubro. Gaddafi foi morto por rebeldes líbios.

11/fev/2012: Sunderland
Whitney Houston é encontrada morta num quarto de hotel nos Estados Unidos, no dia 12 de fevereiro.

22/mar/2013: Escócia
Morre Boris Berezovsky, empresário e político russo que era investigado por lavagem de dinheiro como dono da MSI, empresa que investiu no Corinthians em 2005. Berezovsky faleceu no dia 23 de março.

14/mai/2013: Wigan
Morre Jorge Rafael Videla, ex-presidente e ditador argentino, no dia 17 de maio.

21/ago/2013: Fenerbahçe
Morre Sid Bernstein, promotor americano de shows que foi responsável por trazer os Beatles e os Rolling Stones aos Estados Unidos na década de 60.