Se o Cerro Porteño é o adversário mais difícil do Grêmio no Grupo 1 da Libertadores, os brasileiros deixaram bem claro, na noite desta terça-feira, qual o melhor time da chave. Em uma Arena pulsante, com mais uma grande atuação de Everton, os homens de Renato Gaúcho aplicaram uma impiedosa goleada por 5 a 0 sobre os paraguaios e assumiram a liderança. 

LEIA MAIS: Everton deu um drible da vaca de chaleira, e este foi só um dos requintes no golaço contra o Goiás

O Grêmio cumpre a cartilha da Libertadores, com dois empates fora de casa e duas vitórias em seus domínios. E houve boas oportunidades para vencer em ambas as viagens. Como mandante, os gaúchos não tomaram conhecimento dos seus adversários até agora: 4 a 0 no Monagas e agora 5 a 0 no Cerro Porteño. Com oito pontos, superaram os paraguaios e lideram o grupo, a duas rodadas do final. 

Houve alguma dificuldade apenas no começo da partida, quando os adversários pressionaram a saída de bola gremista e tentaram cadenciar o ritmo quando tinham a bola. Mas, pouco a pouco, os donos da casa foram ocupando o campo de ataque e ameaçando o goleiro Antony Silva. Aos 28 minutos, a porteira abriu: Jael fez muito bem o pivô e tocou para Everton, que mandou no canto do arqueiro. 

Três minutos depois, saiu o segundo gol. O pequeno Ramiro, com menos de 1,70 metros, apareceu na segunda trave para completar o cruzamento de Bruno Cortez. O 3 a 0 matou a parada, no começo da segunda etapa. Luan cobrou escanteio, Geromel desviou, e Jael apareceu para marcar. 

O Grêmio continuou em cima. Antony Silva precisou fazer duas boas defesas, em bomba de Ramiro e em uma chegada de Tonny Anderson, que havia entrado no lugar de Jael. Aos 27, Everton marcou de novo, recebendo o passe de Luan. O Cebolinha vem crescendo pelo lado esquerdo do ataque desde o começo do ano e já havia sido eleito o melhor jogador do Campeonato Gaúcho. Dá sequência à sua ótima fase. 

O quinto gol saiu em outro escanteio cobrado por Luan, mestre das assistências nesta noite. Cícero desviou para selar mais uma grande partida do Grêmio, o time que joga o melhor futebol do Brasil. Por esse desempenho, e por ter dois jogos teoricamente mais tranquilos pela frente, nada deve impedir o atual campeão sul-americano de chegar às oitavas de final. 

.

.

.

.