A confederação asiática anunciou nesta sexta a eliminação de quatro equipes da Liga dos Campeões da AFC. Provincial Electricity Authority, Thailand Tobacco Monopoly (ambos da Tailândia), Arema Malang e Persipura Jayapura (os dois da Indonésia) foram punidos por não entregar a lista dos jogadores para a disputa do torneio dentro do prazo estabelecido.

Os participantes do torneio tinham até a meia-noite de 12 de fevereiro para entregar a relação definitiva dos atletas para a competição. Os quatro clubes deixaram de repassar o documento e foram eliminados, sem direito a apelação da medida.

“É essencial que os clubes cumpram com as normas das competições, e falhar na entrega deste documento representa um grande erro. A Liga dos Campeões é o torneio mais importante do continente e simplesmente não podemos ter times no torneio que mostrem tanto despreparo. Equipes que dão pouca atenção para assuntos administrativos básicos não têm lugar na competição”, explicou Mohamed bin Hammam, presidente da entidade.

Com isso, dois grupos ficarão reduzidos a duas equipes: Verdy Toki e Ulsan Hyundai Horang-I, no F, e Shanghai Shenhua e Dong Tam Long Na, no G. Apesar disso, a AFC determinou que não haverá mudanças no formato da disputa do torneio.