Nos jogos de ida das quartas-de-final da Liga dos Campeões da Ásia, disputados nesta última quarta, Al-Ahli (Arábia Saudita) e Busan I’Park (Coréia do Sul) saíram na frente. As duas equipes venceram seus compromissos em casa e se aproximaram das semifinais da competição.

Em Jedah, o Al Ahli venceu o Shenzhen Jianlibao (China) graças a um gol contra marcado a três minutos do final. A partida seguia empatada por 1 a 1, gols de Rogério para os sauditas e Naif al Qadi (contra) para os chineses. O capitão Yang Chen, na tentativa de ajudar sua defesa, desviou uma cobrança de falta de cabeça para suas próprias redes.

Os sul-coreanos só conseguiram estabelecer os 3 a 0 sobre o Al Sadd (Qatar) com dois gols nos instantes finais da partida. O Busan marcou o primeiro com o brasileiro Da Silva. A missão do time da casa ficou mais simples após a expulsão de Ali Nasser, o que deixou a equipe comandada por Bora Milutinovic com um a menos a dez minutos do final. Da Silva e Yoon Hee-Jun aproveitaram para ampliar.

Em outro confronto entre Arábia Saudita e China, o atual campeão Al Ittihad comemorou o empate por 1 a 1 com o Shandong Luneng, fora de casa. Os sauditas tiveram as estréias de dois africanos: o camaronês Job e o leonês Kallon. Porém, Noor abriu o placar para os visitantes. Li Xiaopeng igualou.

Por fim, nos Emirados Árabes Unidos, o Al-Ain lamentou o empate por 1 a 1 com o Pás (Irã). Os gols saíram no primeiro tempo. Aos 24, Borhani assustou os anfitriões, mas Nosrati estragou tudo ao marcar contra aos 42. O Al-Ain perdeu a chance de virar a partida, pois ficou com um a mais a partir dos 15 do segundo tempo. O goleiro Roudbarian interceptou a bola com a mão fora da área e foi expulso.

Os jogos de volta serão no dia 21 de setembro. O vencedor se classifica para o Mundial de Clubes da Fifa e pode enfrentar o São Paulo nas semifinais do torneio.