O Al Ahly, do Egito, será o representante africano no Mundial Interclubes, a ser disputado em dezembro, no Japão. A equipe bateu o Étoile Sahel neste sábado, no estádio Militar do Cairo, por 3 a 0, e conquistou pela quarta vez em sua história o título da Liga dos Campeões da África. No jogo de ida, disputado em 29 de outubro, as duas equipes empataram sem gols.

No Mundial, os egípcios terão pela frente o Al Ittihad, do Kuwait, campeão da LC da Ásia. Desse confronto sai o adversário do São Paulo nas semifinais da competição.

O time da casa deu a primeira alegria à torcida que lotou o estádio Militar logo aos 19 minutos de jogo, com um golaço. Mohammed Abu-Treka arriscou de longa distância e surpreendeu o goleiro da equipe tunisiana.

Depois de ir para o intervalo com a vantagem no marcador, o Al Ahly assegurou a vitória aos 7 minutos do segundo tempo. Mohammed Hani cruzou da esquerda com perfeição e Osama Hosni marcou de cabeça, para definir o título africano.

Nos acréscimos, o meia Mohammed Barakat marcou o terceiro gol da partira – o 200° da atual edição da LC africana -, para delírio da torcida, que já comemorava a vitória, eufórica, nas arquibancadas.