Na entrevista coletiva concedida após o empate com a Bolívia por 1 a 1 neste domingo, o técnico Carlos Alberto Parreira deu uma indicação que não deve agradar o meio-campista Alex. Questionado sobre a atuação do jogador do Fenerbahçe, o treinador afirmou ter ficado satisfeito, mas não gostar de mudar o esquema para encaixá-lo no time.

“Precisamos mudar o esquema para que ele jogue e ele rende melhor como ‘1’. Passamos a atuar no 4-3-1-2 para que ele pudesse jogar em sua posição de armador, mais perto dos atacantes”, afirmou Parreira.

Com Juninho e Ricardinho, o esquema original da Seleção Brasileira – duas linhas de quatro e dois atacantes – foi mantido, o que agrada mais o treinador.

Para Alex, o jogo na Bolívia não deve servir de parâmetro para análises em função do fator altitude. “Acho que ninguém perde nem garante vaga na Copa aqui. Foi um jogo atípico, em uma situação diferente. Acho que cada um pôde mostrar para o treinador o que pode fazer, mas cada um pode mostrar muito mais”, comentou o meio-campista.