Quando Alexandre Pato desembarcou na Itália para defender o Milan, em 2007, a expectativa era de um fenômeno que chegava. Vendido aos 17 anos, chegou ao clube italiano para se tornar rapidamente queridinho pela torcida. Atormentado por lesões, acabou não conseguindo manter o bom ritmo e foi vendido ao Corinthians em dezembro de 2012. Atualmente na China, o atacante, aos 28 anos, fez elogios ao Milan, que defendeu por cinco anos.

LEIA TAMBÉM: Totti: “Um scudetto com a Roma vale dez em outro lugar”

“O Milan é como uma casa para mim”, afirmou o jogador ao Tuttomercatoweb. “Foi o meu primeiro time fora do Brasil, o clube que me deu a oportunidade de ser conhecido por todo o mundo. Eles me deram a chance de jogar na Europa, ganhar títulos e jogar com grandes jogadores. É como uma casa para mim e eu adoro o clube”, declarou o jogador.

“Eu fico feliz quando o time tem sucesso porque eu ainda tenho muitos amigos lá, eu tenho um bom relacionamento com Berlusconi [o ex-presidente do clube] e Galliano [ex-diretor do clube], eu falo com eles no Whatsapp”, disse o jogador. “Eu espero que o Milan se mantenha um bom time”.

“Se eu poderia voltar um dia? Neste momento eu jogo na China e eu estou feliz aqui, mas quem sabe o que pode acontecer no futuro?”, declarou Pato. “Se eu receber uma oferta do Milan ou da Europa eu pensaria a respeito”.

Atualmente, Alexandre Pato atua pelo Tianjin Quanjian e marcou 15 gols em 24 jogos pelo Campeonato Chinês. O atacante tem contrato com o clube chinês até o final de 2019, quando terá 30 anos. Em tese, ainda com bastante tempo para jogar futebol, pelo menos dois ou três anos em bom nível. Será que teria espaço no Milan ou em algum clube brasileiro?