O Benevento, acredite se quiser, está em grande fase. Retoma o Campeonato Italiano, no próximo domingo, contra o Bologna, com duas vitórias seguidas na bagagem, contra Chievo e Sampdoria, e caras novas. Trouxe Jean-Claude Billong, do Maribor, Guilherme, do Légia Varsóvia, Cheick Diabaté, do Osmanlispor, e Filip Djuricic, da Sampdoria. E um rosto conhecido dos brasileiros: o volante Sandro, 28 anos, ex-Tottenham e seleção brasileira, que estava no Antalyaspor, da Turquia.

LEIA MAIS: O Benevento gostou dessa história de ganhar e emendou a segunda vitória na Serie A

Sandro foi convocado pela primeira vez por Dunga, quando era um destaque do Internacional, e ganhou mais chances com Mano Menezes, já como jogador do Tottenham. Atuou 17 vezes com a camisa da Seleção, quase sempre em amistosos – o ciclo de Mano, com quem mais jogou, foi anterior à Copa do Mundo de 2014, para a qual o Brasil não precisou se classificar. O volante passou quatro anos em White Hart Lane, com 106 jogos pelos Spurs.

Era titular do clube do norte de Londres quando precisou realizar uma séria operação no joelho, em janeiro de 2013. Passou seis meses afastado e não conseguiu recuperar seu lugar na equipe. Foi vendido para o Queens Park Rangers, mas sofreu mais uma lesão no joelho e disputou somente 17 partidas da Premier League de 2014/15. O QPR foi rebaixado naquela temporada. Sandro jogou seis meses na segunda divisão e retornou à elite, emprestado ao West Brom, que tinha a opção de comprá-lo em definitivo, mas não a exerceu.

O brasileiro acabou saindo de graça para o Antalyaspor, no começo do ano passado, e só conseguiu fazer 16 partidas desde então, o que explica por que, segundo a Gazzetta dello Sport, precisou passar por mais exames médicos do que o habitual antes de assinar contrato com o Benevento, que queria ter certeza da forma física do jogador. O jornal garante que Sandro passou “brilhantemente” pelos testes.

A negociação estava praticamente concretizada desde o começo de janeiro, mas foi anunciada apenas nesta sexta-feira. Empréstimo com opção de compra. “Foi o primeiro a nos dar parabéns pela vitória contra o Chievo, assim que assinou contrato, depois, no estádio, ficou feliz com o bis contra a Sampdoria”, disse o presidente do Benevento, Oreste Vigorito. “Está muito motivado e me confessou que ficou fascinado pelo que viu aqui. Temos uma opção de compra que pode torná-lo um pilar do futuro próximo do Benevento”.

Quando chegou à primeira vez às dependências do clube para seus exames médicos, no começo de janeiro, Sandro disse: “Me aguarde. Estou chegando. Quero ajudar”. Chegou. Nesta sexta-feira, já participou dos treinamentos do técnico Roberto de Zerbi. E terá muito o que fazer se quiser mesmo ajudar. Apesar das duas vitórias, o Benevento ainda é lanterninha, com apenas sete pontos em 20 rodadas.