O Brasil inteiro criticou, mas a aposta de López Caro para o dérbi de Madrid entre Real e Atlético deu certo e os merengues voltaram a vencer. Sem Ronaldo e Robinho entre os titulares, poupados para o confronto com o Arsenal pela Liga dos Campeões, Cassano e Júlio Baptista foram os responsáveis pelos dois gols nos 2 a 1 sobre os colchoneros.

A vitória madridista encerrou uma série de seis vitórias consecutivas do rival Atlético. Agora, os merengues ocupam provisoriamente a vice-liderança, com 51 pontos, um a mais que o Valencia, que só joga no domingo.

O Real abriu logo aos 3 minutos de jogo, em boa jogada de Roberto Carlos pela esquerda. Ele cruzou com precisão para Antonio Cassano cabecear sem chances para Leo Franco.

Os colchoneros empataram aos 27 num gol de letra do sérvio-montenegrino Mateja Kezman. Ele recebeu a bola de Gabi e, de chaleira, enganou Iker Casillas.

Júlio Baptista recolocou o Real na frente depois de um rápido contra-ataque iniciado por Zinedine Zidane. O francês roubou a bola dentro da grande área do Real e lançou Beckham pela direita. O inglês cruzou com precisão para o brasileiro marcar.