A Copa melhora as pessoas? Claro que não. Estão aí os assaltos, as invasões de estádio, os supostos cadeirantes, os cambistas, os preços elevados e tudo o mais. As pessoas têm um surto de civilidade e solidariedade em função da Copa? É possível que sim, e é possível que quando a Copa terminar tudo isso desapareça. Mas é inegável que, além de figuraças, causos curiosos e histórias pitorescas, a Copa está sendo PRÓDIGA em exemplos de camaradagem, solidariedade e civilidade. Pessoas têm ajudado outras pessoas sem pedir nada em troca. O futebol aproxima. O Impedimento, que já listou os causos eternos desta Copa e elencou as figuraças que estão circulando pelo Brasil, dá mais um recado à Fifa. Futebol são as pessoas. O resto é aquilo que vocês discutem em Zurique.

Confira o texto completo no Impedimento