O West Ham demoliu o Hudderfield for a de casa neste sábado, em uma vitória por 4 a 1, sem dó nem piedade. Os Hammers trataram de aproveitar a chance que o adversário deu e goleou quando teve oportunidade. Dois jogadores se destacaram na partida fora de casa: Marko Arnautovic, contratado nesta temporada do Stoke City, e Manuel Lanzini, argentino que é o camisa 10 do time.

LEIA TAMBÉM: Para onde foi o futebol do Chelsea? Contra o Leicester, não apareceu

A vitória começou com um erro na saída de bola do Huddersfield. Mark Noble aproveitou para pegar a defesa de calça curta depois do erro e marcar 1 a 0 aos 26 minutos do primeiro tempo. Aos 40, o time da casa ainda conseguiu o empate. E foi um golaço. Aron Mooy tocou na direita para Joe Lolley, que avançou, puxou para o meio e finalizou no canto, de pé esquerdo, acertando o canto. O 1 a 1 foi o placar do intervalo.

No segundo tempo, porém, o castelo do Huddersfield desabou. E foi logo no primeiro minuto. Depois de um chutão para o ataque, a bola caiu no pé certo: Arnautovic dominou, tirou cdo zagueiro com um toquinho por cima e finalizou com força, de pé esquerdo: 2 a 1.

Aos 10 minutos, veio mais um. Novamente, Arnautovic teve um papel decisivo. Ele recebeu pelo meio e tocou para Lanzini, que entrou na área e finalizou cruzado, aumentando o placar para 3 a 1. O golpe definitivo no Huddersfield veio aos 16 minutos. Arnautovic fez uma grande jogada no meio-campo, em um contra-ataque, entrou na área, trombou com a zaga e a bola sobrou para Lanzini finalizar e marcar 4 a 1 no placar.

Arnautovic chegou por €22,3 milhões do Stoke City e se tornou um dos principais jogadores do West Ham na temporada. O camisa 7 tem sido decisivo, como neste jogo. São seis gols e cinco assistências em 21 jogos até aqui, ajudando os Hammers a melhorarem a campanha ruim que o time começou a Premier League.

Lanzini, por sua vez, tem sido especulado como um nome na lista do Liverpool para substituir Philippe Coutinho. Meia atacante de 24 anos, o argentino já teria a vantagem de conhecer bem a Premier League, ser jovem e estar em uma ótima fase. Seria um substituto mais para o meio-campo, onde Coutinho certamente faz mais falta, já que o ataque está bem servido. Só que falta combinar com o West Ham, né? E os Hammers poderão fazer jogo duro com as boas atuações consecutivas do jogador, ex-River Plate e Fluminense.

Depois de chegar a ficar ameaçado de rebaixamento, o time está em 11º na tabela, com 25 pontos em 23 jogos. O Huddersfield não está longe do West Ham. O time é o 13º, com 24 pontos.

HIGHLIGHTS: Tottenham 1-1 West Ham | Premier League by footbie.com