Nesta quarta, o Arsenal conta com uma boa vantagem diante da Juventus para ficar com a vaga nas semifinais da Liga dos Campeões. Mesmo fora de casa, os Gunners estão tranqüilos graças à vitória obtida em casa na semana passada, e à série de desfalques da Juve. Já o Barcelona, considerado favorito, recebe o Benfica após empatar por 0 a 0 em Lisboa.

O Arsenal está em uma situação relativamente calma contra a Juventus e muito perto de conseguir um lugar nas semifinais pela primeira vez. Os Gunners jogaram bem em Highbury e ganharam por 2 a 0. Ou seja: mesmo uma derrota seria suficiente para classificar a equipe, desde que a diferença seja de um gol. Se o time inglês marcar, a Juve será obrigada a fazer quatro para passar de fase. Para piorar a situação da Vecchia Signora, o rival está há sete jogos sem levar gols na LC.

Arsène Wenger adotou uma postura cuidadosa para a partida em Turim. “Obviamente, tentaremos nos defender bem, mas temos que fixar nossos planos para jogar bem e tentar vencer. O futebol sempre pode reservar surpresas, e é preciso permanecer frio e calmo. Em casa, a Juventus adota uma postura completamente diferente da do jogo em Highbury e eles farão todo o possível para tornar as coisas mais difíceis para nós. Nossos jogadores precisam saber disso”, afirmou.

Fabio Capello tentou demonstrar tranqüilidade apesar dos desfalques e da desvantagem. “Algumas vezes os milagres acontecem e devemos acreditar nisso. Estamos convictos de que podemos fazer algo realmente excepcional. Não penso nos desfalques. Tenho um pensamento positivo e sei que temos vontade e determinação. O Arsenal é uma grande equipe e nós a respeitamos, mas também somos uma boa equipe”, comentou.

O Barcelona desperdiçou inúmeras chances de gol contra o Benfica no duelo de ida, no estádio da Luz. Marcelo Moretto foi o principal destaque da equipe encarnada, ao fazer defesas difíceis. Porém, o goleiro quase complicou a equipe em alguns lances. O empate sem gols não desanimou o Barça, que terá a chance de decidir a vaga diante de sua torcida. Nos quatro jogos em casa nesta LC, o time espanhol marcou 13 gols.

Rijkaard diminuiu a condição de favorito do Barcelona e não se importa com os poucos gols marcados pela equipe nos últimos jogos. “Temos de encarar o jogo com inteligência e sem a convicção de que somos superiores. Deve-se levar em conta que o Benfica sofre muitos poucos gols e que fora do seu estádio é bastante perigoso, como demonstrou contra o Liverpool. Não se deve fazer drama com a falta de pontaria. A equipe funciona bem, cria ocasiões e os jogadores também são humanos”, disse o treinador.

Depois do empate sem gols em casa, Ronald Koeman disse não temer o Barcelona. “É verdade que se trata de um jogo muito complicado, ainda mais se lembrarmos do resultado de Lisboa, mas não se pode falar de medo. O Benfica não teme o Barcelona; respeita-o, o que é diferente, como equipe forte que é”, opinou.

Juventus x Arsenal

(15:45)

A Juventus terá quatro desfalques importantes para o duelo no Delle Alpi. Camoranesi e Zébina, expulsos no confronto de ida, e Vieira, que levou o terceiro amarelo, estão suspensos. Del Piero, com uma lesão muscular na coxa, também está fora. Com tantas ausências, Capello comemora pelo menos a volta de Nedved. O meia cumpriu suspensão e tem lugar garantido entre os titulares. Na defesa, haverá diversas mudanças. Mutu e Giannichedda devem entrar no meio. Chiellini ocuparia a lateral-esquerda, com Zambrotta deslocado para a direita.

A preocupação do Arsenal era a condição física de Fabregas e Eboué, que deixaram o campo machucados na partida contra o Aston Villa. Porém, os dois se recuperaram e estão praticamente garantidos na equipe. Caso Eboué não jogue, Sol Campbell e Djorou são candidatos para a vaga. Ljungberg também estará à disposição de Wenger. Este será o 100º jogo de Henry em competições européias interclubes.

Barcelona x Benfica

(15:45)

Havia a esperança de que Messi se recuperasse a tempo para participar da partida no Nou Camp. Porém, o argentino não se recuperou completamente de uma lesão muscular. Motta, também machucado, desfalca a equipe catalã. Eto’o chegou a preocupar por sentir algumas dores, mas está liberado para o confronto.

O Benfica sofreu a baixa de Nuno Gomes. O atacante sofreu uma lesão no joelho na partida contra o Belenenses no último sábado e ficará três semanas longe dos gramados. Miccoli será seu provável substituto. Os defensores Nelson e Alcides, contundidos, continuam de fora. Koeman terá os retornos dos meias Manuel Fernandes e Karyaka para o confronto. Léo se machucou durante o treino de reconhecimento desta terça no Nou Camp e se tornou dúvida.

Confira os jogos de volta das quartas-de-final da LC:

Terça, 4/abril
Milan 3×1 Lyon
Villarreal 1×0 Internazionale

Quarta, 5/abril
Barcelona x Benfica
Juventus x Arsenal