Ser campeão é algo essencial para o Arsenal. Já são oito temporadas passando em branco, sem uma tacinha sequer. Por isso, a vitória do Arsenal sobre o Liverpool por 2 a 1 no estádio Emirates, depois de levar 5 a 1 do mesmo adversário em Anfield, na semana anterior. Uma vingança que não vem do mesmo tamanho, mas vem com eliminação. Os Reds estão fora da Copa da Inglaterra, uma possibilidade de título. O Liverpool pagou o preço por ter perdido boas chances. Sturridge, um dos destaques do time vermelho na temporada, perdeu três gols dignos de Rodrigo Tiuí.

O Arsenal tem um time bem azeitado, ainda que falte um pouco de talento. Não por acaso consegue enfrentar adversário fortes, como o próprio Liverpool, em jogos como esse. Título inglês é possível, mas é complicado, por tudo que sabemos – Chelsea e Manchester City são claramente times com elencos superiores e jogadores mais decisivos. A Liga dos Campeões parece demais para o Arsenal, com tantos times fortes na disputa. O título mais possível é a Copa da Inglaterra. E isso é muito importante para quem não conquista um só título desde 2005.

Neste domingo, o Liverpool começou bem, perdeu duas chances com Sturridge, mas o Arsenal conseguiu retomar o controle da partida e marcar um gol no primeiro e outro no início do segundo tempo para ficar em uma vantagem interessante. Conseguiu defender bem essa vantagem, ainda que tomando bastante pressão do Liverpool, chegando a sofrer um gol, de pênalti cobrado por Gerrard, e poderia ter sofrido o empate. Mas não sofreu. E agora terá o Everton pela frente para tentar seguir avançando.

Podolski marcou o segundo gol do Arsenal na partida com o Liverpool (AP Photo/Sang Tan)

Podolski marcou o segundo gol do Arsenal na partida com o Liverpool (AP Photo/Sang Tan)

Vale destacar a boa atuação do goleiro reserva Fabianski, um dos melhores dos Gunners em campo. Sua atuação foi um dos fatores que fez Sturridge ficar com cara de Rodrigo Tiuí. O inglês teve três bolas frente a frente com Fabianski. Em todas errou, quase sempre por hesitação. Demorou para chutar.

No mais, destaque para a ótima atuação de Gerrard, que jogou como volante, à frente da defesa, e distribuindo o jogo. Seu passe é sempre um destaque, mas ele também merece menção pela sua marcação, fazendo inclusive algumas faltas quando necessário. No Arsenal, Oxlade-Chamberlain foi bem, sendo sempre uma boa opção de ataque. Foi a melhor opção, porque özil esteve apagado, assim como os demais jogadores de ataque – Sanogo foi titular no lugar de Giroud.

A Copa da Inglaterra tem sorteio em todas as fases e na próxima o adversário é o perigoso Everton, mas o confronto será novamente no Emirates – o mando também é sorteado. O Manchester City é o rival mais forte ainda vivo, já que Manchester United e Chelsea já ficaram pelo caminho. O título da Liga dos Campeões é só um sonho, o inglês é bem difícil, mas a Copa da Inglaterra é bem possível. Se manter entre os quatro primeiros na Premier League e levantar uma taça será suficiente para deixar o torcedor Gunners satisfeito nesta temporada.

Veja os confrontos das quartas de final da Copa da Inglaterra:

Arsenal x Everton
Brighton ou Hull City x Sunderland
Sheffield United x Sheffield Wednesday ou Charlton
Manchester City x Wigan