O Arsenal sofreu, mas conseguiu vencer o Birmingham por 1 a 0. Mesmo com os três pontos, os Gunners ainda ocupam uma modesta sétima posição no Campeonato Inglês. Outros destaques deste domingo foram a vitória do surpreendente Wigan e a nova derrota do Everton.

Jogando em Highbury, o Arsenal dominou a partida contra o Birmingham, mas teve dificuldades para vazar a defesa dos visitantes, que jogaram com um a menos desde os 24 minutos do primeiro tempo, quando Kenny Cunningham foi expulso. O principal responsável pela resistência dos Blues foi o goleiro Maik Taylor, que fez grandes defesas – incluindo um pênalti cobrado por Robert Pires, aos 27 minutos.

O único gol da partida saiu só aos 36 minutos do segundo tempo, em um lance de sorte. Robin van Persie chutou da entrada da área, e a bola desviou num zagueiro, tirando Taylor do lance. Nos minutos finais, o Birmingham ainda chegou a mandar a bola para o fundo das redes do Arsenal após cobrança de escanteio, mas o juiz anulou o gol, alegando que a bola havia cruzado a linha de fundo antes de chegar à área.

A grande surpresa deste domingo foi a vitória do recém-promovido Wigan sobre o Bolton, por 2 a 1. Os três gols da partida saíram no segundo tempo: primeiro Camara e McCulloch marcaram para os Lattics e depois Jaidi fez o gol de honra dos Wanderers.

Outro destaque foi a vitória por 2 a 0 do Manchester City sobre o Everton. Além de ser a sexta derrota em sete jogos dos Toffees, foi a partida que teve início mais cedo na história da Premier League – o jogo começou às 11:15 locais. No outro jogo do dia, o Middlesbrough contou com dois gols de Yakubu para derrotar o Aston Villa por 3 a 2. Mais tarde neste domingo, Liverpool e Chelsea completam a rodada.