Num dia de poucos gols – foram apenas cinco, em quatro jogos -, Arsenal e Lyon conseguiram ótimos resultado nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões. Jogando como visitantes, os dois times venceram suas partidas por 1 a 0. Quem também voltou para casa com um resultado satisfatório foi o Milan, que empatou por 1 a 1 com o Bayern de Munique. No outro jogo do dia, o Benfica bateu o Liverpool por 1 a 0.

O Arsenal começou o jogo melhor que o Real Madrid. Cicinho, em sua estréia na Liga dos Campeões, não fez uma boa partida e deu muito espaço para os atacantes ingleses. Como se não bastasse isso, logo aos 8 minutos, os Merengues perderam Woodgate, que deixou o campo machucado e foi substituído por Mejía.

No entanto, o gol do Arsenal saiu só aos 2 minutos da segunda etapa. Numa de suas típicas jogadas de velocidade, Henry passou por Ronaldo, Sergio Ramos, Guti e Beckham e tocou na saída de Casillas. Depois do gol, o Real melhorou, mas as chances de gol que o time espanhol criaram foram poucas e não levaram grande perigo.

Em Munique, o Milan não jogou seu melhor futebol, mas conseguiu um empate por 1 a 1 contra o Bayern. Foi a primeira vez que o líder da Bundesliga não venceu em seu novo estádio. O time alemão começou bem e, aos 23 minutos assumiu a liderança, em um belo chute de Ballack de fora da área.

Os Rossoneri só ameaçar o Bayern pela primeira vez aos 13 minutos do segundo tempo – e foi aí que fizeram o gol de empate. Ismael colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti para os italianos. Shevchenko cobrou a penalidade com calma e marcou.

Aos 23 minutos do segundo tempo, veio uma má notícia para o Milan e a Seleção Brasileira: Dida machucou o tornozelo e teve que deixar o campo de maca. Ainda não há informações sobre a gravidade da contusão. Nos minutos finais, o Bayern teve maior posse de bola, mas não chegou a assustar o goleiro reserva Kalac.

Jogando em Eindhoven, o Lyon bateu o PSV por 1 a 0, com um gol de Juninho. O primeiro tempo foi equilibrado, com chutes a gol das duas equipes, mas o placar não saiu do 0 a 0. O Lyon voltou para o segundo tempo com Wiltord no lugar de Cris, que se contundiu depois de se chocar com o atacante Farfán, do PSV, no início do jogo. Aos 17 minutos, o técnico Houllier trocou Carew por Fred, e dois minutos depois Juninho abriu o placar. O meia chutou de fora da área, superando Gomes, e pôs seu time em vantagem.

Pouco antes do fim do jogo, aos 35 do segundo tempo, Govou foi expulso depois de levar o segundo amarelo por uma falta dura. O PSV pressionou, mas não conseguiu evitar a primeira derrota na temporada pela Liga dos Campeões.

Em um jogo com poucas alternativas em que os atacantes pouco pegaram na bola, o Benfica venceu o Liverpool por 1 a 0, no Estádio da Luz. Com dores no joelho, Steven Gerrard começou a partida no banco e só entrou aos 32 minutos do segundo tempo. Sete minutos depois, o zagueiro Luisão fez o único gol do jogo, de cabeça. Só então o Liverpool resolveu partir para cima, mas, com menos de dez minutos por jogar, não conseguiu o empate.

Nesta quarta-feira, outros quatro jogos completam as partidas de ida das oitavas-de-final da Liga dos Campeões. O destaque é para o embate entre Chelsea e Barcelona, em Stamford Bridge. Os outros encontros são Ajax x Internazionale, Werder Bremen x Juventus e Rangers x Villarreal.