Uma tarde de 40°C na cidade suíça de Lausanne marca a história de um dos jogos mais quentes das Copas do Mundo. Não necessariamente pela temperatura, e sim pela quantidade de gols. Foram nada menos que 12 bolas nas redes, marca que permanece como um recorde na competição. E que, mesmo com a enxurrada de tentos, manteve um jogo equilibrado, entre duas equipes que buscavam um lugar na semifinal do Mundial. Pior para a Suíça, anfitriã daquela edição do torneio. O atacante Theodor Wagner estava impossível e anotou três gols no triunfo da Áustria por 7 a 5, dando um passo à frente na competição. Foi a primeira vez que os donos da casa tomaram sete tentos em uma Copa. A segunda e mais recente, bem, vocês se lembram.

A Suíça parecia ter o jogo sob controle durante os primeiros minutos. Afinal, foram três gols entre os 16 e os 19 do primeiro tempo. Goleada relâmpago? Não com a resposta imediata da Áustria. Eles conseguiram a proeza de balançar as redes três vezes em um intervalo ainda menor, dos 25 aos 27, e arrancaram o empate. Pois vinha mais. Aos 32, saiu o quarto tento austríaco. Aos 34, o quinto. E os suíços descontariam aos 39, levando para o intervalo a desvantagem de 5 a 4, ainda palpável.

O segundo tempo diminuiu de ritmo. Kurt Wagner completou sua tripleta aos oito minutos, antes que a Suíça descontasse aos 15, com Seppe Hügi também assinalando um hat-trick. Por fim, Erich Probst deu números finais ao confronto, com o sétimo tento dos austríacos. Segundo os relatos, o sol excessivo influenciou o desempenho dos jogadores, com o goleiro austríaco Kurt Schmied sofrendo de hipertermia. E o desgaste possivelmente afetou a sequência da campanha da equipe. Na semifinal, a Alemanha Ocidental goleou por 6 a 1. O prêmio de consolação à Áustria ficou com a vitória sobre o Uruguai na decisão do terceiro lugar, por 3 a 1.

1954: Áustria 7×5 Suíça

Quartas de final
Estádio Olímpico de la Pontaise, em Lausanne
Gols: Wagner [3], Körner [2], Ocwirk, Probst; Ballaman [2], Hügi [3]

1954: Uruguai 4×2 Inglaterra

Quartas de final
Estádio St. Jakob, na Basileia
Gols: Borges, Varela, Schiaffino, Ambrois; Lofthouse, Finney

1974: Holanda 4×0 Argentina

Primeira rodada do quadrangular semifinal
Parkstadion, em Gelsenkirchen
Gols: Cruyff [2], Krol, Rep

1990: Iugoslávia 2×1 Espanha

Oitavas de final
Estádio Marc’Antonio Bentegodi, em Verona
Gols: Stojkovic [2]; Salinas

1998: Inglaterra 2×0 Colômbia

Terceira rodada da fase de grupos
Estádio Felix-Bollaert, em Lens
Gols: Anderton, Beckham

2002: Brasil 1×0 Turquia

Semifinal
Estádio Saitama 2002, em Saitama
Gol: Ronaldo

2006: Itália 1×0 Austrália

Oitavas de final
Estádio Fritz-Walter, em Kaiserslautern
Gol: Totti

2010: Uruguai 2×1 Coreia do Sul

Oitavas de final
Estádio Nelson Mandela Bay, em Port Elizabeth
Gols: Suárez [2]; Lee Chung-yong