Brasil x Argentina, Brasil x Brasil, Argentina x Argentina. O dualismo na Copa Libertadores de 2018 é claríssimo, como se viu desde a fase de grupos. E os mata-matas acabam sendo quentes neste sentido. Não dava muito para escapar disso, afinal. Por mais que o atual formato da competição continental diminua as possibilidades aos demais países, não se pode negar que o peso dos confrontos, considerando história e tradição, se torna maior. É o que acontecerá a partir do segundo semestre, quando começarem as oitavas de final. Abaixo, os confrontos e o chaveamento até a decisão:

Oitavas de final

Jogo A: Racing-ARG x River Plate-ARG
Jogo B: Colo-Colo-CHI x Corinthians
Jogo C: Flamengo x Cruzeiro
Jogo D: Estudiantes-ARG x Grêmio
Jogo E: Atlético Tucumán-ARG x Atlético Nacional-COL
Jogo F: Boca Juniors-ARG x Libertad-PAR
Jogo G: Cerro Porteño-PAR x Palmeiras
Jogo H: Independiente-ARG x Santos

Quartas de final

Jogo 1: Vencedor do Jogo A x Vencedor do Jogo H
Jogo 2: Vencedor do Jogo B x Vencedor do Jogo G
Jogo 3: Vencedor do Jogo C x Vencedor do Jogo F
Jogo 4: Vencedor do Jogo D x Vencedor do Jogo E

Semifinais

Vencedor do Jogo 1 x Vencedor do Jogo 4
Vencedor do Jogo 2 x Vencedor do Jogo 3