O Bayern de Munique está concentrado para a final do Mundial de Clubes. Por causa do jogo contra o Raja Casablanca, os bávaros ganharam uma brechinha na Bundesliga e só farão sua partida pela 17ª rodada, contra o Stuttgart, no fim de janeiro. Mesmo assim, o time de Pep Guardiola pode ser considerado o grande vencedor da última rodada na Alemanha antes da pausa de inverno. Afinal, os tropeços do Borussia Dortmund e do Bayer Leverkusen permitem que o Bayern abra uma vantagem ainda maior na liderança do campeonato.

Quem fez mais feio foi o Borussia Dortmund. Os aurinegros receberam o Hertha Berlim no Signal Iduna Park e até saíram em vantagem, com gol de Marco Reus. Entretanto, permitiram a virada do clube capital, com direito a um golaço de Adrián Ramos, após falha bisonha da defesa. Doze pontos atrás do Bayern, o time pode até cair para a quarta colocação, caso o Borussia Mönchengladbach vença ou empate com o Wolfsburg neste domingo.

Para piorar a zica do Dortmund, o clube vive uma das piores sequências como mandante em sua história. São três derrotas consecutivas no Signal Iduna Park pela Bundesliga, a quarta em cinco jogos somando também as outras competições. Os aurinegros não viviam uma sequência tão ruim assim pelo Campeonato Alemão desde maio de 2000. Por sorte, a má fase não atrapalhou a classificação na Liga dos Campeões, graças à vitória fundamental sobre o Napoli.

Enquanto isso, o Bayer Leverkusen também foi derrotado, mas continua soberano na segunda colocação. Os rubro-negros visitaram o Werder Bremen – o mesmo time que tomou de 7 a 0 do Bayern há duas rodadas – e sofreram a segunda derrota seguida na Bundesliga: 1 a 0, gol de Santiago García. Assim, o Leverkusen segue com sete pontos a menos que o Bayern. Motivo a mais para os bávaros relaxarem e se concentrarem na decisão do Mundial.