Em comunicado oficial divulgado nesta sexta, o Atlético de Madrid pede desculpas pelos incidentes ocorridos na partida contra o Sevilla, disputada um dia antes. O clube lamentou os problemas ocorridos e criticou tanto o comportamento da torcida e dos jogadores.

Aos 33 minutos do segundo tempo, o árbitro Ayza Gámez interrompeu a partida, pois a torcida do Atlético atirou diversos objetos no gramado do estádio Vicente Calderón, logo após a marcação do gol do Sevilla. O jogo foi retomado cerca de 20 minutos depois, e o time da casa teve três atletas expulsos. Os visitantes venceram por 1 a 0.

Segundo a nota, o Atlético pede “desculpas publicamente àqueles que assistiram à partida, e os incidentes causaram danos e prejudicaram a imagem do clube”. Além disso, reconheceu que a luta por uma vaga em competições européias “não justifica em caso algum os incidentes de quinta, nos quais determinados espectadores lançaram objetos contundentes e perigosos no gramado”.

O Atlético de Madrid encerra a nota afirmando que “o clube realizará nos próximos dias um exaustivo trabalho de análise das fitas de vídeo das câmeras de segurança a fim de identificar os torcedores que jogaram objetos no gramado e tomar as medidas cabíveis para estes atos de vandalismo”.