Problema ou solução? Mario Balotelli parece oscilar entre as duas coisas quando se fala sobre a passagem dele pelo Nice. Nesta temporada, já pareceu uma decepção, mas o atacante parece ter voltado aos bons dias e tem ajudado o time a tirar o pé da lama. São 10 gols em 13 jogos do italiano na Ligue 1, sendo que ele marcou gol nos últimos quatro jogos do time – quatro vitórias da equipe. A melhora é significativa e tem feito o técnico o considerar muito mais importante.

OFERTAS:
Livros com até 70% de desconto na Amazon, clique e confira!
Livros Cosac Naify com até 70% de desconto, clique e aproveite!

“Na temporada passada, Mario jogava uma partida a cada duas. Era ele ou Alassane [Pléa]. Agora, eles estão jogando juntos, o que significa muitas coisas, mesmo que Alassane tenda a vir mais para o meio do que ficar aberto na esquerda”, afirmou Lucien Favre. O técnico tem usado uma formação diferente, com um 4-4-2 que permite dois atacantes jogando juntos, por vezes até mesmo centralizados.

“Sobre Balotelli, ele joga mais para o time em termos de voltar marcando e às vezes na marcação pressão. Acima de tudo, ele faz mais corridas quando nós estamos atacando. Ainda há muito trabalho para fazer, mas ele está voltando de um caminho longo. Então, o que ele faz é muito positivo”, analisou ainda o treinador do Nice.

A boa fase de Balotelli tem ajudado o Nice, que saiu das últimas posições na tabela para embalar quatro vitórias consecutivas na liga. Assim, o time subiu da zona do rebaixamento para o sexto lugar. Balotelli, porém, não joga a última partida do Nice antes da parada de fim de ano por estar suspenso. “Nós sabemos que Mario está suspenso. Nós temos que ter um bom desempenho e marcar gols sem ele”, disse Favre.

Na temporada, Balotelli tem 16 gols em 21 jogos, o que é uma ótima marca para o camisa 9 do Nice. A expectativa era que o time rendesse muito mais e estivesse em uma posição muito melhor na tabela, e também nas competições europeias. Atualmente o time chegou a 26 pontos, sexo lugar na tabela e a oito pontos da zona do rebaixamento. Também está distante de uma vaga na Liga Europa, já que o Olympique de Marseille tem 35 pontos, em quarto lugar. De qualquer forma, a rota parece ter mudado e isso já ajuda muito o time.