Semana de definição nas oitavas de final da Copa Libertadores. Seis brasileiros jogarão a vida em busca de uma vaga entre os oito melhores da competição sul-americana, em cinco confrontos diferentes, uma vez que Santos e Atlético Paranaense se enfrentam. Nos outros quatro confrontos, dois brasileiros estão vulneráveis, depois de perderem suas partidas fora de casa, e abrem uma janela de oportunidade para o apostador lucrar na Bumbet investindo nos adversários – caso ele não seja palmeirense ou atleticano.

Cuca tem adotado o discurso de que, depois do dia nove, inevitavelmente nascerá o dia dez. Ou seja: o Palmeiras segue em frente mesmo se for eliminado pelo Barcelona de Guayaquil. Mas não dá para minimizar a importância da partida para um clube que investiu na casa da centena de milhões de reais para conquistar títulos nesta temporada e, eliminado da Copa do Brasil, a 15 pontos do líder Corinthians no Brasileirão, ficou apenas com a Libertadores.

A partida no Equador foi equilibrada. O Palmeiras teve chances de vencer, mas começou a se defender cedo demais, aceitou a pressão dos anfitriões, e levou um gol nos acréscimos, em bola desviada. Perdeu por 1 a 0. Não tem uma missão tão difícil porque precisa apenas vencer por dois gols de diferença, em casa, mas o adversário é capcioso. O Barcelona colecionou resultados melhores fora do que dentro de casa. Gosta do contra-ataque. Ganhou de Estudiantes e Botafogo. E, mesmo na derrota para o Atlético Nacional, marcou um gol, o que obrigaria o Palmeiras a fazer três.

Por isso, a aposta na dupla possibilidade de vitória ou empate do Barcelona de Guayaquil, o que certamente classificaria a equipe equatoriana, pode ser uma boa oportunidade. Está pagando R$ 2,70 para cada real apostado. Como a derrota por um gol de diferença vazando a meta de Jaílson também classifica o Barcelona, vale dar uma olhada no handicap. Vantagem de 1,5 a favor dos visitantes paga razoáveis R$ 1,625 na Bumbet.

O Palmeiras poupou seus principais jogadores no fim de semana, na derrota por 1 a 0 para o Atlético Paranaense que encerrou a boa sequência de resultados no Brasileirão. A equipe de Cuca perdeu após cinco jogos de invencibilidade no torneio nacional, com quatro vitórias e um empate. A grande notícia é o retorno de Moisés, que atuou 45 minutos contra o Furacão e deve mais uma vez ser utilizado, embora ainda não tenha condições de atuar a partida inteira.

A situação do Atlético Mineiro é parecidíssima: também perdeu por 1 a 0 o jogo fora de casa, na altitude de Cochabamba, na Bolívia. O Jorge Wilstermann saiu com a vitória mínima com um gol no final do primeiro tempo, e o Galo não conseguiu empatar. Desde então, muita coisa mudou no clube mineiro, inclusive o treinador. Roger Machado foi demitido para dar lugar ao campeão olímpico Rogério Micale, que ainda não engrenou. Em quatro partidas no banco de reservas do Galo, perdeu três jogos, sem fazer gol em nenhum deles. A única vitória foi o 2 a 0 sobre o Coritiba, fora de casa.

Este é um detalhe interessante: embora tenha sido campeão da Libertadores em 2013 usando o Independência como grande arma, o Atlético Mineiro tem tido dificuldades dentro de casa nesta temporada. No Brasileirão, ganhou apenas duas partidas em dez como mandante, com seis derrotas. Tanto que, como fez contra o Corinthians na semana passada, enviou a partida para o Mineirão, para contar com um apoio maior da torcida e mudar um pouco de ambiente.

Na mesma situação do Barcelona de Guayaquil, a vitória ou o empate do Jorge Wilstermann paga ainda mais: R$ 4,30 para cada real apostado. A vantagem de + de 1,5 também é interessante, a R$ 2,25 para cada real. Lembrando que o Jorge Wilstermann caiu no grupo do Palmeiras e segurou o 0 a 0 no Allianz Parque até os últimos instantes, levando um gol de Mina aos 51 minutos do segundo tempo.

Veja as cotações da Bumbet para os jogos de volta das oitavas da Libertadores:

Terça, 19h15: Lanús (1,37), The Strongest (8,50), empate (4,10)
Terça, 21h45: River Plate (1,40), Guaraní-PAR (8,00), empate (4,00)

Quarta, 19h15: Grêmio (1,40), Godoy Cruz (8,50), empate (4,05)
Quarta, 21h45: Atlético Mineiro (1,174), Jorge Wilstermann (13,00), empate (6,25)
Quarta, 21h45: Palmeiras (1,408), Barcelona-EQU (8,00), empate (4,00)

Quinta, 19h15: Botafogo (1,833), Nacional (4,20), empate (3,20)
Quinta, 21h45: San Lorenzo (1,714), Emelec (5,00), empate (3,30)
Quinta, 21h45: Santos (1,588), Atlético Paranaense (5,25), empate (3,60)