Franz Beckenbauer voltou à carga contra Jürgen Klinsmann nesta quinta. Em uma entrevista coletiva em Munique, o Kaiser mais uma vez criticou o trabalho do treinador, ao afirmar que a seleção alemã “pouco progrediu com ele no comando”.

“No começo, tudo funcionou bem e Klinsmann foi capaz de fazer pequenas mudanças. Mas agora não há muito mais do aquilo que já foi feito. Estamos atrás do que estávamos há poucos anos e o tempo está se esgotando”, comentou Beckenbauer.

O chefe do comitê organizador da Copa já havia criticado o treinador pela ausência em um workshop da Fifa em Düsseldorf. Além disso, Beckenbauer reclamou por Klinsmann passar muito mais tempo nos Estados Unidos do que na Alemanha. O técnico mora em Los Angeles.

Apesar das críticas, em número crescente após a goleada sofrida para a Itália por 4 a 1, Klinsmann admitiu em entrevista à revista Kicker a possibilidade de continuar no cargo depois da Copa.