Vocês sabem como os clubes europeus adquiriram uma paixão por vídeos engraçadinhos para anunciar contratações, certo? Mas ninguém estava preparado para este. O Real Bétis fechou a chegada do meia-atacante Takashi Inui, do Eibar. E, talvez para fazê-lo se sentir em casa, misturou um punhado de desenhos japoneses em apenas 51 segundos.

A mega produção do Bétis é um pouco psicodélica. Primeiro, as Esferas do Dragão são recolhidas no estádio Benito Villamarín. Shenlong é convocado – não Shane Long, o atacante irlandês – e oferece um desejo. Alguém pede um “extremo”. Corta para uma esteira de aeroporto (parece que os desejos concedidos por Shenlong chegam de avião), onde está um gatinho azul que, por meio do Google, descobrimos que se chama Doraemon. 

Doraemon pega um carro (com cinto de segurança, porque é um gatinho responsável) e faz uma parada em um playground para brincar no balanço (????). De repente, estamos na casa de alguém que está dizendo “não” para uma fileira de camisetas. As primeiras são do Supercampeões. Provavelmente, escolhendo o “extremo” que desejou. Não dá para ter certeza de muita coisa neste roteiro. Após quatro recusas, aponta para um personagem do Supercampeões, em um quadro na parede, e diz: “Quero este!”. 

Batem à porta. E Luigi, do Super Mario, que nas horas vagas deve fazer bico de motorista de Uber, entrega o Doraemon para o residente do domicílio, que retira uma camiseta do Bétis da barriga do gatinho. E aí, finalmente aparece Takashi Inui com a a vestimenta do clube espanhol. 

Calma que ainda temos uma cena pós-crédito: no banco de reservas do Benito Villamarín, está sentado o Mestre Kame, brincando com as Esferas do Dragão, e muito satisfeito consigo mesmo. Encerra a história cumprimentando Doraemon com um soquinho. Eu sinceramente não entendi nada.