Cristiano Ronaldo Getafe 16 9

Bola de Ouro: os cinco maiores momentos de Cristiano Ronaldo em 2013

Não dá para dizer que já eram favas contadas, mas era bastante esperado que Cristiano Ronaldo faturasse a Bola de Ouro de 2013. E com todos os méritos possíveis. A eleição do melhor jogador do mundo neste ano foi mais imprevisível do que de costume. Mesmo assim, por mais que Messi tivesse os gols a seu favor e que Ribéry viesse com taças empilhadas, ninguém foi mais espetacular do que o português.

Se 2008, quando foi condecorado pela primeira vez, foi um ano bastante vitorioso para Cristiano Ronaldo, desta vez o atacante não precisou conquistar um título sequer. Bastaram os 69 gols que anotou ao longo dos últimos 12 meses, bem como as atuações fantásticas tanto pelo Real Madrid quanto por Portugal. E, além de fazer o impossível dentro de campo, o craque também refez um pouco de sua imagem fora dele. O preconceito sobre um suposto egoísmo do português até diminuiu, em um ano no qual CR7 até peitou a Fifa e escreveu bonitas histórias de solidariedade junto aos seus fãs.

Episódios para Cristiano Ronaldo receber a Bola de Ouro em 2013 não faltaram. Abaixo, listamos os cinco mais marcantes:

Os três gols contra a Suécia na repescagem, que no jogo que garantiu a classificação de Portugal à Copa do Mundo

A continência batida na comemoração de um gol para desmoralizar Sepp Blatter, após ser comparado a um soldado pelo presidente da Fifa

O recorde de tentos em um ano solar pela Liga dos Campeões

O torcedor que ganhou apoio do craque após receber acusações criminais por invadir o campo nos Estados Unidos somente para abraçar Ronaldo

Os três gols contra o Galatasaray na vitória por 6 a 1 em Istambul, na primeira rodada da Liga dos Campeões 2013/14