Benfica, Porto, Sporting, Benfica, Benfica, Porto, Sporting. É assim o jeitão da lista histórica de campeões em Portugal. O trio de grandes lusos só não levantou a taça duas vezes, desde 1935. Mas eis que, neste ano, surge um clube que talvez possa contestar essa hegemonia. Trata-se do Braga, equipe antiga, mas de história bastante discreta em Portugal.

O início

Antes mesmo da república ser implantada em Portugal, o futebol já começava a ter seus adeptos. Graças aos irmãos Pinto Bastos, que trouxeram da Inglaterra as regras, já começavam a aparecer os primeiros clubes do país.

Ao final de 1919 e início de 1920, um grupo de estudantes de Braga fundaram um clube na cidade, o Sporting Clube de Braga. No início, as cores verde e branca predominaram nas camisas. Pouco depois, por influência de José Szabo, antigo treinador do clube, foi sugerido um uniforme semelhante ao do Arsenal – todo vermelho, cor que predomina até os dias atuais.

O antigo colégio Espírito Santo foi onde o Braga se apresentou pela primeira vez em um jogo importante. Em 19 de janeiro de 1921, surgiram os primeiros estatutos do clube. Por isso, essa foi escolhida como a data oficial de fundação do clube.

Quando Braga parou

22 de maio de 1966. Essa data estará para sempre cravada no peito de todos os torcedores do Braga. Foi nesse dia que os bracarenses se sagraram campeões da Taça de Portugal. ´´Com surpresa de muitos, mas com justiça´´. Assim foi estampada em jornais da época a conquista da equipe.

Em seu caminho, o Braga passou por tradicionais adversários lusitanos, como Benfica e Sporting, até enfrentar na final o Vitória Setúbal, equipe que pouco antes havia derrotado os bracarenses por um humilhante 7 a 0 no campeonato nacional.

Apostando na inteligência, o Braga jogou com cautela. O esquema foi muito bem montado pelo técnico Manuel Palmeira. A vitória foi suada e o gol só saiu aos 30 minutos da etapa final, marcado pelo argentino Perrichón. Graças à notável exibição de seus jogadores, o Braga ganhou o apelido de Os Heróis. A cidade parou para recepcionar os vencedores daquela taça.

Liga dos Campeões?

Na temporada passada, o Braga já havia surpreendido muita gente em Portugal ao brigar pelo título até as rodadas finais. Por isso, a equipe começou 2005/6 com um objetivo ambicioso: classificar-se para a disputa da Liga dos Campeões. Em termos de competições internacionais, o máximo que conseguiu foi atingir a terceira rodada da Copa Uefa na temporada 1997/8.

Conquistar seu primeiro título na divisão principal do Campeonato Português? Talvez seja otimismo demais por parte dos torcedores, em um clube que até hoje só levantou o troféu da Copa de Portugal em 1966. Se o time cumprir seu objetivo de beliscar uma vaguinha na próxima edição da LC, já seria um outro marco na história bracarense.