Emilio Butragueño tentou diminuir o peso das declarações dadas por Ronaldo. Na segunda, o atacante afirmou que estava descontente com as vaias recebidas pela torcida do Real Madrid e não descartava a hipótese de deixar o clube no final da temporada. “O jogo contra o arsenal é mais importante do que Ronaldo”, disse o vice-presidente do clube me entrevista à rádio COPE.

“Assuntos pessoais são secundários porque o jogo contra o Arsenal como uma final e o time deve estar focado nele. Os torcedores devem ir ao estádio com a idéia de que vão para apoiar os jogadores e criar uma atmosfera agradável para uma noite de futebol europeu”, disse Butragueño.

Além disso, o dirigente comparou o caso de Ronaldo com uma situação vivida por ele mesmo quando defendeu pelo time merengue. “Ronaldo tem o apoio da torcida. Os torcedores me apoiavam na época em que jogava, mas quando atuava mal ou sem dar a eles o que queriam, eu era vaiado”, declarou.