O campeonato não para durante a data Fifa. Assim, os clubes acabam sendo desfalcados por jogadores convocados pelas suas seleções, o campeonato é prejudicado, a seleção é prejudicada e o técnico fica em uma situação difícil, tendo que negociar com os clubes para convocar os jogadores. Não, não estamos falando do Brasil. Estamos falando dos Estados Unidos. A reclamação é do técnico da seleção americana, Jürgen Klinsmann.

LEIA TAMBÉM: MLS usa sistema de esportes americanos, mas dinheiro de TV é ínfimo perto dos demais

“Canadá, Honduras, Costa Rica, México, quem quer que jogue na MLS, os estrangeiros, todos eles podem ir”, afirmou o treinador. “Mas eu vou comprometer meus próprios jogadores? É porque os técnicos dizem: ‘Nós precisamos deles muito seriamente para irmos aos playoffs. Agora ficará realmente agitado’. Há algo errado, então, porque os outros países se beneficiam da liga profissional na MLS. Eles os convocam porque é uma data Fifa”, desabafou ainda o técnico.

Como nós brasileiros bem sabemos, ao jogar durante as datas Fifa, o campeonato é prejudicado e alguns jogadores podem deixar de ser convocados porque se cria uma cota para cada time. Ninguém pode ter mais de dois convocados, que é o combinado entre o técnico da seleção brasileira e os clubes. E isso prejudica todas os envolvidos.

“Não está funcionando mais”, disse Klinsmann. “Nosso desejo é que a MLS estenda sua temporada – obviamente, você terá 21 times no próximo ano –, comece antes, termine depois, mas abra espaço para as datas de jogos de seleções”, propôs Klinsmann. O alemão ainda considera que a MLS jogar durante as datas Fifa cria um outro problema. A sua ideia é convocar outros jogadores jovens para fazer treinamentos com eles, observá-los. Mas como os jogadores da seleção principal já são convocados, ele não podem convocar esses jovens para não desfalcar ainda mais esses times.

LEIA TAMBÉM: Crescimento do futebol norte-americano passa por um projeto incrível do Sporting Kansas City

“Queremos não apenas construir uma seleção nacional no mais alto nível, mas também fazer o mesmo – e isso é o que outros times fazem – com uma seleção sub-23, eles têm treinamentos sub-20, eles têm jogos com times sub-18, jogos significativos”, ele disse. “Essas datas são feitas para desenvolver as seleções nacionais, globalmente. No passado, nós comprometemos isso porque queremos que a MLS vá bem, e nós queremos ir bem também”, disse ainda o alemão.

Os Estados Unidos, assim como o Brasil, tem um calendário que pouco respeita as datas Fifa. Os jogos até foram diminuídos por lá, assim como o Brasil tentará minimizar os danos no calendário 2015, mas ainda é insuficiente. Jogar em data Fifa significa, necessariamente, prejudicar o campeonato, os clubes, os jogadores e a seleção. Todos perdem. É preciso rever isso urgentemente. Lá e aqui.

VOCÊ PODE SE INTERESSAR TAMBÉM POR:

– ESPN e Fox Sports se unem para enfraquecer o concorrente… Nos EUA