Mohamed Salah se pronunciou pela primeira vez desde a lesão, na noite de sábado, na final da Champions League. O atacante, principal nome tanto do Liverpool quanto da seleção do Egito que vai à Copa, se disse confiante que conseguirá estar recuperado para jogar a Copa do Mundo, na Rússia. Mais do que isso, o Ministro do Egito também se pronunciou dizendo que a presença do atacante na Copa está garantida, depois dos exames indicaram uma lesão nos ligamentos do ombro que leva duas a três semanas para recuperação.

LEIA TAMBÉM: Wijnaldum: “No intervalo Klopp disse que parecíamos devastados por causa de Salah e que tínhamos que superar”

“Foi uma noite muito dura, mas eu sou um lutador. Apesar das probabilidades, eu estou confiante que eu estarei na Rússia para fazer vocês todos ficarem orgulhosos”, disse Salah nas redes sociais, Twitter e Instagram. “Seu amor e apoio irão me dar a força que eu preciso”, continuou.

Segundo comunicado da Associação de Futebol do Egito (EFA) no Twitter, o presidente Hani Abu Ridah “expressou satisfação com os resultados dos exames de Mohamed Salah”. A entidade irá coordenar com o Liverpool o processo de recuperação do seu principal jogador e fará todos os esforços para tê-lo na Copa do Mundo.

“O Liverpool disse que os exames mostraram que a lesão é uma entorse nos ligamentos da articulação do ombro. O médico Mohamed Aboul-Ella expressou o seu otimismo de que, de acordo com esse diagnóstico, Salah poderá jogar a Copa do Mundo”, diz a EFA.

Neste domingo, o Ministro dos Esportes do Egito, Khaled Andel-Aziz, anunciou que Salah precisa de duas semanas para se recuperar e, portanto, estará na Copa do Mundo. “O corpo médico do Liverpool está em contato com os médicos da seleção do Egito e eles mandaram uma cópia do exame da lesão. Os dois lados concordaram com o diagnóstico e com o plano de recuperação, afirmou o ministro.

“Salah ficará em Liverpool até finalizar o seu tratamento assim como completar sua reabilitação antes de se juntar à concentração do Efito na Itália, quando ele ganhar sinal verde dos médicos”, diz ainda o comunicado do ministro do Egito. “Mohamed Salah estará na lista de convocados, que será anunciada no dia 4 de junho, para a Copa do Mundo”, continuou o comunicado. “A fé de Salah, sua determinação, persistência e patriotismo irão ajudar a passar esse momento difícil rapidamente”, continua o comunicado de Abdel-Aziz.

“Mohamed Salah irá treinar em máquinas especializadas para manter a sua forma física, de forma a estar recuperado a tempo”, diz ainda a nota. “Finalmente, eu desejo todos os melhores desejos de recuperação, assim como o sucesso da seleção do Egito na Copa do Mundo. Vida longa ao Egito”, conclui o comunicado.

Segundo informações divulgadas pelo site egípcio Ahram, o tempo de recuperação da lesão de Salah é de duas a três semanas. Com isso, o jogador seria dúvida para o jogo de estreia do Egito contra o Uruguai, no dia 15 de junho, mas estaria completamente recuperado para os jogos contra a Rússia, no dia 19, e Arábia Saudita, no dia 25, ambos no Grupo A da Copa.