Camisa do Brasil para a Copa 2018 é inspirada no tom de amarelo da Copa de 70

O Brasil vestirá um amarelo clássico na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O tom de amarelo da camisa foi propositalmente pensado para dar essa sensação. Embora o Brasil vista amarelo desde 1954 – lembre que a derrota de 1950 foi o fim do uniforme branco -, os uniformes tiveram variações no tom de amarelo ao longo dos anos e dos modelos. O modelo 2018 traz uma inspiração realmente marcante: o tom de amarelo da Copa de 1970.

LEIA TAMBÉM: Estas serão as camisas reservas de 13 seleções, da Puma e da Adidas, na Copa de 2018

Não foi uma escolha aleatória. O Brasil de 1970 foi um dos maiores times de todos os tempos. Além disso, aquela foi a primeira Copa que teve transmissão na TV a cores, muito embora a transmissão a cores no Brasil tenha sido só para uns poucos privilegiados naquela época. Para o mundo, porém, aquela cor se tornou um símbolo. O amarelo já era a cor da camisa do Brasil no primeiro título, em 1958, o que a Nike também diz que é a inspiração. E para ficar o mais próximo possível desse tom, a empresa foi até o Museu do Futebol, em São Paulo, para colher o tom exato da camisa da Copa de 1970, que está exposta no local. A Nike chamou o tom de Samba Gold.

“O Brasil adotou um esporte de outro continente e o abraçou de forma tão completa e incondicional que acabou tomando como seu. O futebol é tão inseparável da vida dos brasileiros quanto o idioma ou o próprio território. E queremos celebrar e amplificar essa vibrante cultura do futebol no Brasil por meio da coleção da Seleção Brasileira para 2018. Desde as camisas de jogo, às peças de treino e aos produtos casuais, criamos uma linha verdadeiramente inspirada na energia e ritmo do Brasil e acreditamos que os jogadores e fãs vão adorar”, afirma o diretor sênior de Marketing da Nike do Brasil, Daniel Paz.

“Comparamos todos os tons de amarelo à cor exata usada em 70. Aquele foi o primeiro torneio mundial transmitido a cores pela televisão. O amarelo vivo e brilhante dos brasileiros era uma representação visual do modo de jogar daquela equipe. Aquele foi um dos momentos mais importantes da história do futebol e trouxemos essa mesma energia para a coleção 2018 da Seleção Brasileira”, disse o Diretor Sênior de Design para Vestuário da Nike Futebol, Pete Hoppins.

“A Seleção Brasileira e sua torcida de 200 milhões são Gigantes por Natureza. As novas camisas simbolizam, acima de tudo, o maior símbolo de conexão entre o time e o torcedor. O resgate de 58 e 70 nos uniformes remete à história de uma equipe vitoriosa e reafirma o DNA brasileiro com o futebol”, destacou o diretor de Marketing da CBF, Gilberto Ratto.

A segunda camisa será, como é tradicional, azul. A cor está sendo chamada pela Nike de Azul Celestial. Segundo a empresa americana, a camisa tem marca d’água, em estampa de mosaico, formada por estrelas que partem do escudo. Uma referência à primeira vez que o azul foi utilizado, justamente em 58, com o desenho fazendo referência a uma estrela, honra dos campeões do mundo. Os números na camisa voltam a ser amarelos, em vez dos brancos.

O uniforme azul será usado pela primeira vez nesta sexta, dia 23, contra a Rússia, anfitriã da Copa, em amistoso. A camisa amarela estreará contra a algoz da última Copa, na próxima terça, contra a Alemanha, em Berlim.

Uma bola dentro da Nike no lançamento foi incluir as mulheres. Além de Neymar, Philippe Coutinho e Paulinho, jogadores da seleção masculina, o lançamento conta ainda com Andressa Alves e Andressinha. Além disso, nas fotos de divulgação dos uniformes e dos equipamentos, mulheres foram usadas como modelos, mas nada daquelas mulheres de passarela ou roupas sensuais: vestidas como torcedoras que são.

As camisas estarão disponíveis online na loja da Nike, o nike.com, a partir de 23 de março, e chegam às lojas físicas no dia 26.  A camisa principal será comercializada em três versões: uma idêntica à dos jogadores, estádio e uma para torcedores. Os preços de lançamento das camisas serão os seguintes:

Jogador: R$ 449,90
Torcedor: R$ 249,90
Estádio: R$ 149,90
Feminino: R$ 249,90
Infantil: R$ 229,90

A empresa ainda promove um evento no dia 25, domingo, na Avenida Paulista, em São Paulo. Informações a seguir:

Em celebração ao lançamento da coleção da Seleção Brasileira 2018, a Nike promoverá o Dia da Brasileiragem, um evento aberto ao público na Avenida Paulista, em São Paulo, no próximo dia 25 de março das 10h às 17h. A ativação tem como objetivo contar histórias de inspiração do futebol brasileiro por meio do esporte, da música e das conexões culturais. O ponto de encontro para todas as atividades será numa estrutura da Nike montada em frente ao Shopping Cidade São Paulo.

História da camisa com a Nike

A Copa 2018 será a sexta do Brasil vestindo Nike. A empresa americana se tornou fornecedora e patrocinadora do Brasil em 1997 e estrou em Copas pelo Brasil em 1998, na França. A empresa lembrou todos os modelos que produziu para Copa na Seleção, que podem ser vistos a seguir:

 

A camisa da Copa de 1998

A camisa da Copa 2002

A camisa da Copa 2006

A camisa da Copa 2010

A camisa da Copa 2014

A camisa da Copa 2018