Allegri não soube reagir ao jogo e viu a Juventus derreter diante do Real Madrid

Um dos responsáveis pela Juventus ter ido tão longe na Champions League foi Massimiliano Allegri. O técnico remontou o time para alcançar um nível alto e chegar a este sábado com a possibilidade de uma tríplice coroa. O time perdeu por 4 a 1 para o Real Madrid em Cardiff, depois de um bom primeiro tempo, o time acabou dominado pelo Real Madrid sem que o time reagisse.

LEIA TAMBÉM:
– O trabalho sem a bola, um dos pontos fortes da Juventus, fraquejou justamente na final
– Real Madrid teve a força para se impor e fazer história: bicampeão da Champions

“Primeiramente, quero parabenizar os rapazes pelo que eles fizeram esta temporada. Foi uma extraordinária temporada. Nós ganhamos a liga, a copa e chegamos a final da Champions League, então eu tenho que agradecê-los”, disse.

“No primeiro tempo nós jogamos muito bem; no Segundo, o Real Madrid pisou no acelerador e nós não fomos capazes de responder. Futebol pode ser um pesadelo; O chute de Pjanic foi desviado e o do Casemiro também, e o delo foi o único que entrou”, analisou o técnico.

“O Real Madrid não esteve na final por acaso – eles têm jogadores importantes. A única crítica que eu poderia fazer é que depois do segundo tempo nós deveríamos estar no jogo mentalmente para continuarmos com chances”, declarou ainda Allegri.

Ele tem razão, mas em parte isso é culpa dele também. Quando o Real Madrid voltou muito melhor no segundo tempo, ele deveria ter mudado o time. Higuaín, isolado e mal no jogo, poderia ter saído para a entrada de Marchisio. O técnico tirou Barzagli e colocou Cuadrado. O colombiano acabou expulso, injustamente, mas com uma atuação ruim. A derrota acachapante levantou dúvidas sobre o futuro da equipe, mas Allegri tratou de rechaçar isso e pensar no futuro.

“O Real defendeu muito bem, então não foi fácil para nossos atacantes passarem. Nós jogamos um belo primeiro tempo, todos os jogadores, mas depois de tomar o segundo gol nós deveríamos ter continuado no jogo. Nós na verdade criamos algumas chances quando nós tomamos o 2 a 1. Mas não fomos capazes de derrubá-los. Nós precisamos melhorar nosso controle do jogo e o uso da bola, precisamos aprender quando acelerar e quando diminuir o ritmo”, explicou Allegri.

“Eu não acho que chegou ao fim do seu ciclo. Buffon e Barzagli ainda estarão conosco na próxima temporada e ainda tem muito a dar para nós. Claramente nós precisamos melhorar o time para atingir um nível mais alto de habilidade técnica. Mas depois das férias nós iremos voltar a trabalhar com um novo estímulo. O futebol nos dá uma chance de chegar novamente no próximo ano”, afirmou ainda o técnico.

Parece longe de um fim de ciclo. Mas a frustração é a mesma. O time segue em jejum na Champions League.