Foi bonito ver a torcida da Juve ovacionando Iniesta pelo mais puro respeito ao craque

Andrés Iniesta costuma arrancar aplausos por onde joga na Espanha. A gratidão é imensa por aquele gol em 2010, que deu o primeiro título mundial à seleção espanhola. A reverência, porém, também transcende e pode mesmo prestar tributo à classe do meio-campista. Foi o que se viu nesta quarta, na Liga dos Campeões, durante o empate por 0 a 0 entre Juventus e Barcelona. Não, Don Andrés não fez um jogo tão excepcional assim em Turim, concentrado em cadenciar a sua equipe. Independentemente disso, os italianos ficaram em pé para ovacionar o veterano.

“É muito bonito que te demonstrem este carinho tanto em casa quanto fora. Penso que as pessoas oferecem aquilo que o jogador desperta neles. A verdade é que é um orgulho para mim. Fico muito feliz, como futebolista e como pessoa”, declarou Iniesta, na saída de campo. Ele já tinha sido aplaudido em outra ocasião nesta Champions, ao ser substituído na visita ao Sporting.

O jogo em si, apesar do peso das equipes, não rendeu grandes lances. Os principais momentos ficaram mesmo nestas pequenas homenagens, como na entrada de Lionel Messi (também sob admiração dos juventinos) ou no encontro entre Gianluigi Buffon e Ivan Rakitic, após as declarações de apoio do meio-campista ao goleiro. Foi o que valeu o ingresso.