Alemanha arranca como favorita contra o Chile na final da Copa das Confederações

E não é que deu a lógica na Copa das Confederações? Depois de duas semanas, 14 jogos e 39 gols em três cidades russas – São Petersburgo, Kazan e Sóchi- , Alemanha e Chile decidem a final da competição preparatória para a Copa do Mundo de 2018. Considerados favoritos no Oddsshark.com/br antes de a bola rolar pelo Leste Europeu, alemães e chilenos fizeram jus às apostas de futebol até agora e medem forças pelo título neste domingo, às 15h (horário de Brasília), na Zenit Arena. Quem levará o inédito troféu para casa? Quais as chances de cada uma? E os melhores rendimentos? Confira aqui um resumo da final!

Garotada da Alemanha faz acontecer na Rússia

Atual campeã mundial, a Alemanha foi para a Rússia com a clara missão de testar seus novos valores. Nada de Neuer, Boateng, Reus ou Thomas Muller na delegação. O técnico Joaquim Löw, que durante a edição do torneio alcançou a expressiva marca de 100 vitórias com a seleção, preferiu dar chance a diversos garotos, como Goretzka, Werner, Stindl, entre outros. Coube a Draxler, campeão com a equipe há três anos no Brasil, liderar os tetracampeões mundiais.

O favoritismo antes de o torneio começar poderia ser chileno em razão de Juan Antonio Pizzi levar força máxima para território russo. Mas a primeira fase veio e os europeus mostraram quem manda atualmente no futebol mundial. Para domingo, a Alemanha lidera a corrida pelo título com odds com cotação de R$ 1,75 para cada real investido.

A caminhada

Para chegar até a decisão, os alemães bateram Camarões e Austrália no Grupo B, além de ficarem no empate com o Chile. Líderes da chave, eles superaram sem qualquer dificuldade o México na semifinal pelo placar de 4 a 1. Agora, Low e companhia comandam o favoritismo para vencer os chilenos, em taxa que paga R$ 2,40 por uma vitória no tempo normal.

Com Bravo em grande fase, instabilidade chilena é minimizada

Os chilenos são cotados em R$ 2,00 para ficar com o inédito troféu. Os odds de agora mostram um pouco a preocupação que todos têm com o futebol da La Roja, que depois de uma vitória tranquila na abertura, por 2 a 0 sobre Camarões, passou a sofrer com a instabilidade. A equipe empatou seguidamente com Alemanha e a fraca seleção da Austrália, terminando em segundo no Grupo B.

A semifinal veio e mais uma vez Alexis Sánchez e companhia não conseguiram imprimir o ótimo futebol apresentado nas últimas duas Copas Américas. Ainda assim, com um goleiro para lá de confiável, os chilenos se garantiram na final após Claudio Bravo pegar três pênaltis contra Portugal. O jogo em si só havia terminado em 0 a 0 porque o arqueiro do Manchester City e o luso Rui Patrício tiveram atuações primorosas.

Palpite

A expectativa é de um jogo aberto em São Petersburgo, ainda mais pela característica ofensiva das duas seleções. Apostar nas duas equipes marcando gols parece bem razoável, com cotação de R$ 1,80 segundo o Oddsshark.com/br. Outra opção é em relação à meta de 2.5 gols “acima” durante o jogo, que paga R$ 2,05, ou “abaixo”, que paga R$ 1,75. Qual é o seu palpite?

Bom, mas não podemos descartar um empate, principalmente após o jogo entre as equipes na primeira fase terminar em 1 a 1. Igualdade com gols possui taxa de R$ 4,33, enquanto que sem gols, ou seja, 0 a 0, fato que leva a decisão para a prorrogação, é avaliada em incríveis R$ 9,50.

Resultado cravado também pode ser uma boa pedida e aqui vão algumas sugestões:

1 x 1 – R$ 6,00
2 x 2 – R$ 15,00
3 x 3 – R$ 51,00
4 x 4 – R$ 351,00

Portugal x México

No outro jogo do dia, mais cedo, às 9h (horário de Brasília), Portugal e México disputam o terceiro lugar em situações distintas. Do lado luso, Cristiano Ronaldo é a principal ausência. Com a derrota na semifinal e consequentemente o adeus à disputa do inédito troféu, CR7 foi liberado pela comissão técnica para conhecer suas duas filhas gêmeas. Sem o craque, o técnico Fernando Santos tenta coroar o bom trabalho à frente da seleção. Vitória no tempo normal é avaliada em R$ 2,15 de acordo com o Oddsshark.com/br.

Já na equipe El Tricolor, o buraco é bem mais embaixo. Questionado pela imprensa mexicana desde o início da competição, Juan Carlos Osorio pode voltar para o México em pior situação dependendo de um resultado no estádio do Spartak. Por isso, é melhor as bolas de Giovani dos Santos e Chicharito Hernández entrarem. Resultado favorável aos mexicanos paga R$ 3,10, enquanto que o empate é avaliado em R$ 3,60.

Palpite

Sem CR7, Portugal deve sentir o baque. E o México, apesar de ter mostrado bastante inconsistente durante toda a Copa das Confederações, pode se aproveitar. Assim, investir numa vitória mexicana na categoria margem de gol parece interessante:

+1 – R$ 4,75
+2 – R$ 8,00
+3 – R$ 21,00

Confira os odds da final da Copa das Confederações na Trivela:
02/07: 15h – Chile (R$ 3,00) x Alemanha (R$ 2,40); empate (R$ 3,30)

Disputa pelo terceiro lugar:
02/07: 9h – Portugal (R$ 2,15) x México(R$ 3,10); empate (R$ 3,60)