Atual vice-campeão, Independiente del Valle é boa opção para obter lucro de 285% na abertura da Libertadores

Será dada a largada no maior campeonato de futebol das Américas! Sonho de muitos torcedores, a Copa Libertadores de 2017 chega com novidades. Além do aumento no número de participantes (de 38 para 47), a disputa da competição se estende por uma temporada inteira, como na Liga dos Campeões da Europa. Neste ano, a Libertadores terá a duração de 42 semanas, com o segundo confronto da decisão previsto para o dia 29 de novembro. Em função das mudanças radicais no calendário, os times do México tiveram que abrir mão da participação por conflito de datas. Vamos aos primeiros prognósticos do Oddsshark.com/br?

Universitario de Sucre x Montevideo Wanderers

Agora, a pré-Libertadores tem três fases. A primeira começa hoje (23), com três partidas, sendo a primeira entre Universitario de Sucre (BOL) e Montevideo Wanderers (URU), às 20h (horário de Brasília), no estádio Olímpico Pátria, em Sucre, na Bolívia. A equipe da casa ganhou o direito de participar da competição por alcançar a 2ª melhor pontuação na temporada 2015/16 do futebol boliviano. Já o Wanderers se qualificou por conta do vice-campeonato do Torneo de Transición 2016.

Com capacidade para 30 mil espectadores, a casa do Universitario fica a 2810 metros do nível do mar, mas abaixo da capital da Bolívia, La Paz, com 3640 metros de altitude. É sempre um fator complicador, ainda mais em início de temporada. Mas o grande obstáculo para os uruguaios, na noite desta segunda-feira, será a força das arquibancadas. Em campo, nenhum jogador de renome ou que tenha participado dos últimos compromissos da seleção boliviana nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O plantel do visitante tem a mesma característica.

Portanto, o mando de campo do Universitario de Sucre é o maior determinante para o favoritismo, traduzido pela margem de resgate de 95%, em caso de vitória. Já a cotação do Montevideo Wanderers é de R$ 3,99/R$ 1, praticamente o quádruplo, enquanto o empate vale R$ 3,27 sobre cada real, segundo o Oddsshark.com/br.

Deportivo Capiatá x Deportivo Táchira

Às 20h15 (horário de Brasília), acontece o jogo de ida entre Deportivo Capiatá (PAR) e o Deportivo Táchira (VEN), no estádio do Deportivo Capiatá, no Paraguai. Os anfitriões têm pouca fama continental. Afinal, irão disputar a Copa Libertadores pela primeira vez. Já o Táchira é figura cativa, começando sua 22ª participação. Com relação a nomes famosos na disputa, temos apenas o do jovem técnico do Capiatá, Diego Gavilán, que já vestiu as camisas de Internacional, Flamengo, Grêmio e Portuguesa. No lado aurinegro, o destaque é o goleiro Contreras, reserva da selação venezuelana.

Apesar da maior tradição doDeportivo Táchira, os números são mais convidaditos para a aposta no Deportivo Capiatá, que prevê o pagamento de R$ 1,82 por R$ 1, em caso de triunfo na estreia. Mas se você entende que a experiência na Libertadores conta muito, fique sabendo que o resultado positivo dos visitantes traz ótima remuneração: R$ 4,64/R$ 1, contra R$ 3,30 do placar igual, também pelos números do Oddsshark.com/br.

Deportivo Municipal (PER) x Independiente Del Valle (EQU)

Deixamos o filé para o final. Afinal, trata-se da partida que contará com o atual vice-campeão da América, Independiente Del Valle (EQU), que entra em campo, às 22h15 (horário de Brasília), para encarar o Deportivo Municipal (PER), no estádio Iván Elías Moreno, em Lima, capital do Peru. O que a lógica sugere?

Bom, o Del Valle vai para sua quarta Copa Libertadores seguida, quando só melhora sua performance. Das dez contratações para 2017, o mais conhecido é o argentino Juan Pablo Segovia, ex-Lanús (ARG) e que estava no rival Cuenca (EQU). No entanto, com relação ao ótimo time do ano passado, foram seis as baixas: Luis Caicedo (Cruzeiro), Junior Sornoza (Fluminense), Jefferson Orejuela (Fluminense), Jonathan Gonzáles (Club León-MEX), Jonny Uchuari (Deportivo Cuenca-EQU) e Librado Azcona (Olimpia-PAR).

Sobre o Municipal, o atleta de maior representativa é o zagueiro Aldo Corso, da seleção peruana. O clube já conquistou quatro títulos nacionais (1938, 1940, 1943 e 1950). A primeira e única vez na Libertadores da América foi em 1982. No retorno à competição, 35 anos depois, a expectativa da torcida é grande para que a equipe chegue, pelo menos, à fase de grupos.

Mas não será nada fácil. No entanto, o Deportivo Municipal conta com números mais favoráveis para este primeiro confronto, com o pagamento de R$ 2,60/R$ 1, se ganhar o duelo. Já a cota do Independiente Del Valle é bem próxima: R$ 2,85/R$ 1 –a coluna do meio vale R$ 3,03/R$ 1. Mas o meu palpite é declarado aos equatorianos, que devem vencer com o placar de um gol de vantagem (R$ 3,50/R$ 1).