Barça e Juventus são favoritos nas casas de aposta para o início de La Liga e Serie A

Parece que foi ontem, mas faz mais de três meses que o Barcelona levantou o troféu da La Liga e a Juventus confirmou com tranquilidade o pentacampeonato na Itália. Página virada. Após 96 dias de espera, os Campeonatos Espanhol e Italiano recomeçam para a temporada 2016/2017 neste fim de semana. E mesmo antes de a bola rolar nos gramados europeus, as casas de apostas estão frenéticas – com muitos investidores em busca de quem serão os próximos campeões. Será que poderemos ter alguma zebra por lá?

A possibilidade sempre existe, mas é bem pequena. Isso porque o desequilíbrio nas ligas espanhola e italiana é gigantesco. Há cinco temporadas, o Calcio não vê outro campeão além da Juventus – a Velha Senhora reina absoluta na terra da Bota e chega mais uma vez como franca favorita ao título. Já na Espanha, o leque abre um pouco, com os gigantes Barcelona e Real Madrid sempre brigando cabeça a cabeça e o Atlético de Madrid correndo por fora.

Dados relevantes, sem dúvida, mas não necessariamente determinantes. Quem não se lembra da emblemática campanha do Leicester City na última Premier League? A chance de o time inglês faturar o título era de 5000/1 antes da temporada começar – um dos maiores odds de todos os tempos em apostas esportivas. Alguns poucos investidores ficaram ricos com o triunfo de Vardy e companhia.

Estatisticamente, 5 mil para um é a chance que qualquer pessoa tem de morrer em um acidente de carro. Esse é também o odd de algumas apostas malucas de uma casa inglesa, tais como Elvis Presley ser encontrado vivo, Barack Obama jogar uma partida de cricket pela Inglaterra após deixar a presidência dos Estados Unidos e a socialite Kim Kardashian ser presidente dos EUA em 2020.

Segundo dados do www.Oddsshark.com/br, há apenas uma equipe somando os Campeonatos Italiano e Espanhol de 2016/2017 com um odd de 5 mil para um: o glorioso Crotone. O time centenário da Calabria disputará pela primeira vez na sua história a Série A italiana, conta com o zagueiro brasileiro Claiton como capitão e tem como destaque o meia canhoto Bruno Martella – de apenas 23 anos. E aí, acredita no Leicester italiano?

Barcelona é o time a ser batido na Espanha

Atual bicampeão do torneio, o Barcelona entra na temporada 2016/17 como principal candidato ao titulo – o último tricampeonato dos catalões foi em 2009, 2010 e 2011. Pouca coisa mudou no time da temporada passada para cá, o que é uma ótima notícia para os torcedores. Os comandados de Luis Henrique seguem apoiados no brilho do trio MSN – Messi, Suárez e Neymar – e entram como favoritos em todos os campeonatos que disputarem enquanto eles estiverem em campo. O Barça trouxe dois reforços pontuais para a defesa (Samuel Umtiti e Lucas Digne) e dois para o meio de campo (Denis Suarez e André Gomes). O tricampeonato catalão renderá aos investidores um odd de 1,87, ou seja, R$ 10,00 se transformam em R$ 18,70.

Logo atrás vem o Real Madrid. Um título de Cristiano Ronaldo e companhia rende R$2,62 a cada real investido. Alguns números do ano passado mostram que um triunfo da equipe em 2016/17 é algo extremamente possível. Isso se deve basicamente ao desempenho do Madrid na Liga após Zinedine Zidane assumir o comando do time: 16 vitórias, dois empates e apenas uma derrota – aproveitamento absurdo de 87% dos pontos. O francês dispensou o letárgico 4-2-3-1 de Benítez e aplicou um 4-3-3, com o brasileiro Casemiro carregando o meio-campo. O Real manteve praticamente todo o elenco e deve brigar até o final pelo caneco.

Correndo por fora vem o outro time da capital espanhola – da parte vermelha da cidade.  O Atlético de Madrid surpreendeu o mundo com o título espanhol na temporada 2013/14 e busca repetir a dose com os reforços de Kevin Gameiro, Nico Gaitán e Sime Vrsaljko. Um título dos Atleti faria a festa de muita gente: odd de 13 para um segundo o OddsShark! A lista de favoritos segue com Sevilla (101 para um), Villareal (151 para um) e Valência (161 para um).

Curiosamente, o Valencia foi um dos protagonistas do maior odd da história já computado em uma aposta esportiva. Em 2001, um inglês chamado Mick Gibbs apostou pouco mais de um real em uma sequência em que precisava acertar os vencedores de 15 partidas – com o odd de 1.666.666 para um. Após 14 acertos, o último duelo da lista era a decisão da Champions League de 2001 – em que o Bayern de Munique bateu os espanhóis em uma apertada disputa por pênaltis. A vitória alemã deu a Gibbs um prêmio de cerca de R$ 2,5 milhões

Quem para a Juventus na Itália? Provavelmente ninguém

Pjanic é uma das contratações da Juve para a temporada (Foto: Juventus.com)

Pjanic é uma das contratações da Juve para a temporada (Foto: Juventus.com)

Se a Juventus já era favorita ao título por ser a atual pentacampeã, imagine após manter a base e se reforçar muito bem. A Velha Senhora mostrou toda a sua força no mercado local e contratou possivelmente o melhor jogador tanto do Napoli quanto da Roma (2º e 3º no último campeonato): Miralem Pjanic e Gonzalo Higuain; além de Dani Alves, Mehdi Benatia e Marko Pjaca, que chegam para levar a Juve a outro patamar, mesmo após as saídas de Pogba e Morata. O favoritismo é tamanho que um investimento no hexacampeonato da equipe é de baixíssimo risco – apenas R$ 1,41 a cada real.

Correndo por fora vem a Roma – mesmo após a saída de Pjanic para a Juve. A esperança volta a aparecer na capital italiana após alguns anos de incertezas, e o principal responsável é o treinador Luciano Spalletti. Os Giallorossi acertaram os vínculos em definitivo de Mohamed Salah, Antonio Rudiger, Stephan El Shaarawy e Edin Dzeko; além de contar com o ressurgimento de Strootman no meio-campo e os extraordinários veteranos Francesco Totti e Danielle De Rossi dando um toque de classe em alguns jogos. O odd para um triunfo do Roma é de 7 para um. Em seguida vem o Napoli (9 para um), Inter (17 para um) e Milan (34 para um).