Brasil encara Bolívia e torce para o Peru complicar a Argentina. Veja cotações

O Brasil, já garantido, faz um amistoso de luxo com a precocemente eliminada Bolívia. Enquanto isso, Colômbia e Uruguai podem carimbar seus passaportes dependendo dos resultados da noite. Já Argentina e Peru e Chile e Equador fazem as chamadas pelejas de seis pontos. A penúltima jornada promete fortes emoções. Confira abaixo os prognósticos, segundo o Oddsshark.com. 

Brasil com medo da altitude

A cada duelo em território boliviano, o Brasil dá mais ênfase aos problemas de correr em cima do morro, onde o ar é rarefeito, do que com o time que veste verde. Fato é que os atletas que jogam no plano sofrem ao subir a ladeira. No entanto, isso não os impede de vencer. Tanto é que a Bolívia está em penúltimo lugar, não vai à uma fase final do certame desde 1994 e nenhum de seus clubes jamais conquistou a Taça Libertadores da América.

Mesmo assim, os brasileiros prepararam uma operação de guerra e decidiram permanecer apenas oito horas na capital da nação de Evo Morales. Até ontem à tarde, os tupiniquins estavam em Teresópolis e pernoitaram em Santa Cruz de la Sierra, que fica a apenas 400m de altura. A delegação da CBF só desembarca na cidade do espetáculo menos de três horas antes do apito inicial e retornam a São Paulo na mesma noite. Na bagagem, há um cilindro de oxigênio para cada titular.

O Brasil é franco favorito, segundo o Oddsshark.com: R$ 1,88 / um, contra R$ 4,06 / um da zebra verde e R$ 3,66 / um se cada quadro somar um ponto. É vencer e secar nossos arquirrivais contra os peruanos.

Vida ou morte na Bombonera

Assim como as notas dramáticas de um tango, a Argentina se prepara para viver uma noite tensa no mítico La Bombonera, estádio do Boca Jrs., que tem uma acústica ensurdecedora e intimidadora a qualquer oponente. O jogo contra o Peru é tão importante que o Monumental de Núñez acabou preterido.

Com um ataque ineficaz nas últimas apresentações, Jorge Sampaoli tem utilizado Darío Benedetto na formação inicial durante os treinamentos. Ele conhece bem o gramado do palco do espetáculo, já que é jogador dos xeneizes. Mauro Icardi, da Internazionale, perdeu a posição.

A Argentina sabe que se ganhar do Peru e do Equador estará no sorteio de São Petersburgo.

Os peruanos apostam todas as fichas no flamenguista Paolo Guerrero. Os Incas não desfilam numa Copa do Mundo desde 1982 e, hoje, acumulam os mesmos 24 pontos dos hermanos. Em outras palavras: um empate fora de seus domínios esta noite é excelente. O sonho dos de Lima é repetir o feito da Colômbia em 05 de setembro de 1993, quando empurrou a albiceleste para a Repescagem ao aplicar uma goleada de 5 a 0.

As cotações das casas de apostas de futebol estão assim: R$ 1,23 / um para a coluna um, contra 6,52 / um para a do meio e R$ 12,31 / um para a dois.

Que Neymar, o quê! Cavani só pensa na Venezuela!

O uruguaio Cavani e seus companheiros estão bastante motivados para duelar com a Venezuela logo mais. Os charrúas só dependem de si para conhecer o Kremlin. Para tal, basta vencer a lanterna da competição. Sobre as fofocas que surgiram sobre seu desentendimento com o craque Neymar, companheiro do Paris Saint-Germain, o atacante minimizou o episódio colocando a culpa num exagero da imprensa.

Os venezuelanos têm como objetivo fazer um papel menos vexaminoso na Copa América de 2019 e na Copa do Mundo de 2020. Por isso, já vêm chamando os jovens do sub-20 para ganharem experiência entre os profissionais.

A vaga uruguaia deve sair: R$ 1,66 / um para os forasteiros, contra R$ 5,21 / um para os anfitriões e R$ 3,82 / um se ambos voltarem aos vestiários com um sorriso amarelo estampado no rosto. Números fornecidos pelo Oddsshark.com. 

Colômbia pode se garantir

Se a Colômbia (R$ 1,40 / um) vencer o Paraguai (R$ 8,79 / um) terá dado um passo gigantesco rumo ao Rio Volga. A festa regada a café e à cumbia será completa se o Chile não bater o Equador. A igualdade (R$ 4,52 / um) não é suficiente. O problema é que o Tricolor está em situação dificílima e, se não conquistar os três pontos, terá dado до свидания aos russos. 

O bicampeão da Copa América pode morrer na praia

O Chile ganhou as Copas América de 2015 e 2016, fez a ambientação na Rússia durante a Copa das Confederações deste ano e.…pode acabar nem chegando na fase final. O triunfo do Roja contra o Equador, em Santiago, é fundamental para as pretensões chilenas. Paga-se R$ 1,39 / um para isso acontecer, contra R$ 4,93 / um se ninguém se impor e R$ 7,93 / um se Orejuela e sua trupe pregarem uma peça. 

Copa de 2030 na América do Sul

A primeira Copa do Mundo da FIFA foi realizada no Uruguai em 1930. Na ocasião, apenas treze seleções concorreram ao título. Cem anos depois, o Uruguai deseja novamente sediar o torneio. Como o Mundial passou a contar com 48 equipes e seu território é pequeno, os uruguaios fecharam um acordo de coorganização com Argentina e Paraguai. O lançamento oficial da candidatura foi ontem. Especula-se que a maioria das partidas será disputada na terra de Maradona (seis a oito sedes), seguida pelo país de Francescoli (duas a quatro) e de Arce (uma a duas).

Confira mais odds na Trivela.

17ª Rodada:

Quinta-feira, 05 de outubro:

17h00: (R$ 4,06) Bolívia x Brasil (R$ 1,88) (Empate R$ 3,66)

18h00: (R$ 5,32) Venezuela x Uruguai (R$ 1,66) (Empate R$ 3,82)

20h30: (R$ 1,23) Argentina x Peru (R$ 12,31) (Empate R$ 6,52)

20h30: (R$ 1,39) Chile x Equador (R$ 7,93) (Empate R$ 4,93)

20h30: (R$ 1,40) Colômbia x Paraguai (R$ 8,79) (Empate R$ 4,52)

Classificação:

1º Brasil – 37 – Fase Final Rússia 2018

2º Uruguai – 27 – Fase Final Rússia 2018

3º Colômbia – 26 – Fase Final Rússia 2018

4º Peru – 24 – Fase Final Rússia 2018

5º Argentina – 24 – Repescagem

6º Chile – 23

7º Paraguai – 21

8º Equador – 20

9º Bolívia – 13

10º Venezuela – 8