Brasil hexa, finalista ou eliminado na primeira fase? Confira os principais odds da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2018

O ano de 2018 finalmente chegou e uma coisa é certa: teremos Copa do Mundo! Não sei você, mas aqui na Trivela só se fala no Mundial que será realizado entre junho e julho na Rússia. Afinal, não é todo dia que teremos os melhores craques do planeta reunidos em um torneio que envolve as 32 melhores seleções da atualidade (ou quase isso). E como sabemos, a Seleção Brasileira é cotadíssima para levar o hexa. Graças a Neymar e Tite, o Brasil teve sua autoestima recuperada e desponta como sério candidato à taça. Mas o que os odds falam? Qual é o retorno de um título canarinho ou então de uma vaga na final? E se cairmos cedo, quais são os lucros das apostas de futebol no OddsShark.com? Se liga só nas principais cotações do nosso país no Mundial!

Quanto vale o hexa

Não é novidade para ninguém que o Brasil é uma das seleções a serem batidas na Copa do Mundo. Ao lado da Alemanha e da França, o time canarinho comanda as cotações. Levantar o hexa significa uma taxa de R$ 6,00 para cada real investido segundo o OddsShark.com. A Seleção só não cotação mais baixa do que os atuais campeões mundiais, que têm o título avaliado em R$ 5,50. Os Bleus ocupam o terceiro lugar no ranking dos favoritos, com odds de R$ 6,50.

Depois de um início desanimador nas Eliminatórias Sul-Americanas sob o comando de Dunga, o Brasil viu seu status de possível zebra mudar. E isso aconteceu desde a chegada do técnico Tite, que deu uma nova cara à equipe e classificou a seleção na liderança da competição com quatro rodadas de antecedência. Em 2017, por exemplo, a Seleção fez 11 jogos, venceu sete, empatou três e perdeu apenas um.

Com o ex-treinador do Corinthians, o Brasil voltou a ter identidade e uma base sólida, com Alisson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Renato Augusto e Neymar; Gabriel Jesus. Depois de passar pelo primeiro teste, o gaúcho terá sua prova final.

Finalista

Não há um brasileiro que não queira o hexa, mas quando tratamos de apostas, há diversas possibilidades para faturar. E numa competição como a Copa do Mundo, são inúmeras possibilidades. Atingir a oitava final de Mundial tem a cotação de R$ 3,25. É a mesma taxa da Alemanha, de Thomas Muller, oitavo maior artilheiro do torneio com 10 gols. A França, do jovem Mbappé, possui odds de R$ 3,75, e a Espanha, de Iniesta, conta com R$ 4,33.

Final dos sonhos

E se o Brasil já estivesse garantido na final, quem seria o adversário ideal? Ou melhor, quais seriam os rendimentos de uma eventual decisão? Como sabemos, disputar o título significa encarar um poderoso rival. As Copas dificilmente reservam zebras nas finais. Mas, vai que acontece, não é?!

Se a Seleção Brasileira enfrentasse a Arábia Saudita ou Panamá, que como sabemos as chances de isso realmente acontecer são nulas, a cotação seria de incríveis R$ 1.001,00. Já imaginou o estrago de uma simples aposta de R$ 10,00 com esta taxa?

Bom, voltando ao mundo real, uma das possíveis decisões – e bem cotada – seria contra a Argentina. O duelo diante da albiceleste, de Lionel Messi, é avaliado em R$ 23,00. A taxa de uma possível final contra os hermanos só não é menor do que um encontro com a Alemanha, que paga R$ 13,00, e a Fúria, avaliada em R$ 21,00.

Fase de grupos

Falamos até aqui sobre um possível hexa, vaga na final e adversários na decisão, mas nada adianta se o Brasil não passar da primeira fase, não é?! O sorteio da Copa do Mundo não foi dos mais gentis com nosso time canarinho e teremos pela frente Suíça, Sérvia e Costa Rica pelo Grupo E.

Mesmo assim, a trupe liderada por Neymar, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus é favoritaça para ganhar a chave, com odds de R$ 1,33 de acordo com o OddsShark.com. Classificar-se para o mata-mata, independentemente da posição, significa R$ 1,06 e praticamente nada de lucro. Do outro lado da moeda, uma eliminação precoce, o que seria um dos maiores vexames dos últimos tempos, renderia incríveis 11 vezes o valor investido – cotação atual de R$ 11,00.

O Brasil arranca com grandes possibilidades de vencer todos os três jogos do grupo, como apontam os números do odds. Mas é bom tomar cuidado, pois a Sérvia, por exemplo, ganhou vaga direta em uma chave que tinha o País de Gales, do galáctico Gareth Bale. Já a Suíça travou batalha com Portugal durante toda a eliminatória, mas assegurou sua participação na repescagem, contra a Irlanda do Norte. E por fim temos a Costa Rica, que há quatro anos surpreendeu o mundo da bola ao vencer um grupo que tinha Itália, Uruguai e Inglaterra no Mundial no Brasil.