Champions League: Prévias indicam Barcelona e Bayern como favoritos ao título

A Champions League tem um longo caminho até a final, marcada para o dia 3 de junho de 2017 no País de Gales, mas já é possível apostar nos resultados finais ou parciais com lucros muito maiores que os das datas mais próximas.

Um exemplo que prova a vantagem de antecipar esses investimentos é a cotação que carregam Barcelona e Bayern de Munique neste instante, na semana sem jogos pela competição devido às Eliminatórias da Copa. Ambos devolvem R$ 4,33 a cada R$ 1,00 apostado, segundo os dados do Oddsshark.com/br.

Para ter ideia de como essas altas cotações são raras para equipes deste naipe, as vitórias mais recentes de Bayern e Barcelona pagavam R$ 1,20 e 2,60, respectivamente.

Ainda está cedo, é claro, mas este lucro de ambas as equipes já atrai tanto quanto as que vêm a seguir nesta possibilidade de se apostar antecipadamente no campeão. O bi do Real Madrid de Cristiano Ronaldo devolve excelentes R$ 7,00 a cada R$ 1,00 investido. Os três favoritos que vêm a seguir e fecham o grupo dos seis primeiros mais cotados ao título são o inglês Manchester City e o espanhol Atlético de Madrid (ambos com R$ 11,00) e a italiana Juventus, que retornaria R$ 17,00 caso conquistasse a Champions League nesta temporada, título que seria o seu primeiro na competição desde 1996, quando contava com astros inesquecíveis como o francês Zinedine Zidane e o italiano Alessandro del Piero.

Hoje, as esperanças da “Velha Senhora”, como é conhecida a equipe de Turim, vêm da dupla argentina Gonzalo Higuaín e Paulo Dybala. Sinal dos novos tempos e da globalização que exporta jogadores cada vez mais da América do Sul e África para as poderosas ligas europeias.

São da América do Sul também nada menos que quatro dos seis jogadores mais cotados a terminar a Champions League como artilheiro.

O favorito, nem precisa estar muito atualizado para saber, é o argentino e melhor do mundo Lionel Messi, do Barcelona. Caso ele feche a competição como goleador, o apostador terá R$ 1,57 a cada R$ 1,00 investido, aponta o Oddsshark.com/br. Os que vêm a seguir pagam bem mais e têm todos grandes chances. É o caso de Cristiano Ronaldo e Luis Suárez, por exemplo. O português do Real Madrid está cotado atualmente devolvendo R$ 9,00 se fechar a competição com o maior número de gols, o que ele obteve nada menos que em cinco ocasiões – a última delas exatamente em 2016.

A cotação do artilheiro Luis Suárez é ainda mais interessante, retornando R$ 10,00 a cada R$ 1,00 caso o uruguaio do Barcelona, hoje talvez o maior goleador em atividade, consiga ratificar sua condição na tabela da Champions League.

Vêm depois o polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique (também R$ 10,00), o argentino Sergio “Kun” Agüero, do Manchester City (R$ 17,00), e o uruguaio Edinson Cavani, do Paris-Saint Germain (R$ 17,00).

O melhor brasileiro, fácil de imaginar, é a estrela Neymar, do Barcelona. Ele é o oitavo mais bem cotado, pagando R$ 26,00 caso supere os colegas de Barcelona e, claro, todos os demais para ser o artilheiro do principal torneio interclubes do calendário mundial.

Entre as apostas que preveem a classificação final em cada uma das chaves, a mais interessante está sem dúvida no Grupo F, o de Real Madrid e Borussia Dortmund.

Se o Real terminar a primeira fase na liderança, devolve R$ 2,20 a cada R$ 1,00. O valor do Borussia é inferior: R$ 1,66. O time alemão está dois pontos na frente depois de quatro jogos, mas há o confronto direto na última rodada justamente no Santiago Bernabéu. Os outros times do grupo, os fracos Sporting (Portugal) e Legia (Polônia), estão muito atrás e são figurantes.

Boa opção de lucro destacada pelo Oddsshark.com/br é também prever a nacionalidade da equipe que sairá campeã. Se for um time da Espanha, o retorno é de R$ 2,00. É, afinal, a liga mais poderosa do momento e a que colocou dois times na última decisão, vencida pelo Real nos pênaltis contra o Atlético de Madrid. A Alemanha do fortíssimo Bayern devolve R$ 3,25, enquanto a Inglaterra dos franco-atiradores Manchester City e Arsenal oferece R$ 5,00. A Itália, baseada no desempenho de Juventus e Napoli, rende R$ 11,00, com a França do Paris Saint-Germain devolvendo R$ 26,00.

Espanha, Alemanha, Inglaterra, Itália e França, nesta ordem. Eis um excelente retrato da hierarquia de forças do futebol europeu e mundial neste momento.