Champions: virada épica do Real impede superlucro de 1313%; vitória do Monaco rende 517%

Para quem estava com saudade, os 16 jogos da primeira rodada da Champions League deram uma bela amostra do que será a edição 2016/2017, com a expectativa de belas apresentações e muitos, mas muitos gols. Afinal, ao término dos confrontos de ontem (14) e da terça-feira (13), foram contabilizados nada menos do que 50 tentos marcados, média de 3,12 por confronto.

O maior lucro da rodada ficou para os apostadores que previram a vitória do Monaco sobre o Tottenham, fora de casa, que garantiu o embolso de R$ 5,17 sobre cada real investido, de acordo com as projeções do OddsShark. E, por muito pouco, os audaciosos investidores do Sporting Lisboa – que deixaram escapar os três pontos contra o Real Madrid, no fim, em pleno Santiago Bernabéu – não viram seus aportes ganharem a substancial rentabilidade de 1313%.

Saiba, agora, quem se deu bem na abertura da fase de grupos da Liga dos Campeões:

GRUPO A

Na terça-feira, no Parque dos Príncipes, PSG e Arsenal ficaram no 1 a 1. Cavani abriu o placar, no início do jogo, dando a impressão de uma boa estreia dos franceses. Mas a força dos Gunners se fez valer com o gol de empate de Sánchez, aos 32 da etapa complementar. Com o marcador igualado, o lucro neste palpite foi de 363%. Na outra partida da chave, tivemos o mesmo placar no duelo entre Basel, que atuou em casa, e Ludogorets. Quem investiu neste resultado levou R$ 3,87/R$ 1.

GRUPO B

Também na terça, quem seguiu o prognóstico do OddsShark de que o Napoli, mesmo longe da Itália, iria superar o Dínamo de Kiev, ficou na boa. Com o triunfo por 2 a 1, quando Milik marcou duas vezes (Garmash fez o gol solitário dos ucranianos), os investidores faturaram R$ 2,43 sobre cada aplicação de R$ 1.

Já o Benfica, em pleno Estádio da Luz, frustrou seus torcedores ao deixar o triunfo sobre o Besiktas escapar no finalzinho. Franco Cervi fez 1 a 0 para os lusos, mas coube ao ex-Encarnado Anderson Talisca decretar o empate, em cobrança de pênalti, aos 48 do segundo tempo. Sendo assim, quem acreditou no placar igual na capital portuguesa embolsou R$ 3,66/R$ 1.

GRUPO C

Aqui, tivemos mais um “golaço” do OddsShark, que apontou corretamente os favoritos nos dois confrontos de terça pela chave C. E foi uma chuva de gols: 11 no total. Destaque para a saraivada de sete bolas na rede do Barcelona sobre o Celtic. No espetáculo, que teve como palco o Camp Nou, os tentos foram anotados por Messi (3), Suárez (2), Neymar e Iniesta. No fim, o passeio do time catalão proporcionou o rendimento de 10% sobre os investimentos.

Por causa do dilúvio que deixou o gramado do Etihad sem condições para a prática do futebol, na terça-feira (13), a partida entre Manchester City e Borussia Mönchengladbach foi realizada no dia seguinte. E com um temporal de gols! Afinal, os comandados de Pep Guardiola superaram a equipe alemã por 4 a 0, com três gols de Sergio Aguero e outro de Iheanacho. Melhor para quem confiou no triunfo dos Citizens, que garantiu a valorização dos aportes em 41%.

GRUPO D

Em outra indicação duplamente vitoriosa do OddsShark, Bayern de Munique e Atlético de Madrid saíram na frente no grupo D. Os bávaros “passaram o rodo” no FC Rostov, na terça-feira, na Allianz Arena, com uma sonora goleada por 5 a 0, com os tentos de Kimmich (2), Müller, Lewandowski e Bernat. O elástico placar garantiu a margem de lucro de R$ 1,09/R$ 1. No mesmo dia, os colchoneros, com o gol de Saúl Ñíguez, venceram, pelo placar mínimo, o PSV, em Eindhoven, e garantiram o retorno de 185%.

GRUPO E

Na quarta, no White Heart Lane, o Monaco proporcionou o maior lucro da rodada (517%) ao bater o Tottenham por 2 a 1. Os gols da equipe do Principado foram marcados por Bernardo Silva e Lemar; Alderweireld reduziu. Também pela chave C, na BayArena, o Bayer Leverkusen recebeu o CSKA e ficou no empate em 2 a 2, placar que rendeu, a quem confiou neste palpite, R$ 3,99/R$ 1.

GRUPO F

Foi por muito pouco! O Sporting vencia o Real Madrid, com gol do brasileiro Bruno César, no Santiago Bernabéu, ontem, até os 43 minutos do segundo tempo. A zebra lusitana estava prestes a garantir a estratosférica rentabilidade de 1313%, quando Cristiano Ronaldo empatou, aos 44, e Morata deu números finais à partida, virando o marcador nos acréscimos. A vitória merengue acabou garantindo a valorização de 22% nos aportes.

Em casa, o Legia Varsóvia foi massacrado pelo Borussia Dortmund por 6 a 0, com gols de Gotze, Sokratis, Marc Bartra, Guerreiro, Castro e Aubameyang. O triunfo alemão possibilitou o faturamento de R$ 1,35/R$ 1.

GRUPO G

Também na quarta-feira (14), o atual campeão da Premier League, Leicester, estreou com o pé direito na Champions ao golear o Club Brugge, na Bélgica, por 3 a 0 – gols de Marc Albrighton e Riyad Mahrez (2). O lucro para quem apostou no time inglês foi de 250%. No Estádio do Dragão, o surpreendente empate entre Porto e Copenhague, em 1 a 1 (Otávio para os portugueses, e Cornelius marcando para os visitantes), rendeu 429% aos investidores.

GRUPO H

Fechamos o balanço da primeira rodada da Liga dos Campeões com as duas partidas da chave H. O placar igual (0 a 0) entre Juventus e Sevilla, na Itália, foi muito rentável para quem previu que ambos somariam apenas um ponto: 415% de valorização nos investimentos.

No outro jogo do grupo, Tolisso, Ferri e Cornet fizeram os gols da vitória do Lyon, por 3 a 0, sobre o Dínamo Zagreb, em casa. Com isso, os apostadores levaram R$ 1,60/R$ 1.