De Conte a Pellegrino, quem será o próximo técnico a cair na Premier League?

Nós sabemos que a vida de técnico de futebol em um clube não costuma ser longa. Infelizmente os termos “projeto a longo prazo” e “técnico precisa de sequência” são balela quando os resultados dentro de campo não acontecem. Uma sequência negativa e lá se vai mais um técnico para o olho da rua. É claro que temos algumas exceções, como Alex Ferguson, que treinou o Manchester United por incríveis 27 anos, ou mesmo Arsène Wenger, que continua em um Arsenal mesmo não ganhando um título de expressão há 14 anos. Mas a dança das cadeiras acontece na Premier League. O último a receber o bilhete azul foi Marco Silva, demitido pelo Watford no domingo passado. Por isso, hoje é dia de especular quem será o próximo treinador a cair ou mesmo a abandonar o barco na Premier League 2017/18. E isso, obviamente, através das cotações das apostas de futebol do OddsShark.com

Exclusividade brasileira?

É só ligarmos a TV que começa uma enxurrada de críticas nos programas esportivos ao termo “futebol de resultado” aplicado no nosso país. O tão falado modelo europeu é sempre motivo de apreciação, mas será que o Velho Continente é o exemplo a ser seguido? É só pegarmos a Premier League 2017/18 como exemplo. Em apenas 77 dias, o Crystal Palace demitiu Frank de Boer após quatro derrotas consecutivas e nenhum gol marcado. Qualquer semelhança com o que é feito pelos dirigentes brasileiros é mera coincidência…

Desde de Boer, sete outros treinadores caíram. Foram os casos de Craig Shakespeare (Leicester), Ronald Koeman (Everton), Slaven Bilić (West Ham), Tony Pulis (West Bromwich), Paul Clement (Swansea), Mark Hughes (Stoke City) e recentemente Marco Silva (Watford).

Quem será o próximo?

Com máquina de demitir técnicos ligada, a especulação da vez é saber quem será o próximo a cair? Até mesmo quem será o próximo abandonar o barco, não é? O primeiro da lista é Mauricio Pellegrino, do Southampton. O argentino chegou no início da temporada com muito prestígio para ocupar o lugar do francês Claude Puel, então vice-campeão com o clube na Copa da Liga Inglesa. Porém, os Saints não engrenaram e depois de 24 rodadas estão na antepenúltima colocação da do Inglês, com 22 pontos.

Pellegrino lidera os odds dos possíveis treinadores a deixar o cargo, seja por vontade própria ou por “forças maiores” – no caso, da diretoria. Sua saída é considerada tão certa que sua cotação é baixíssima, de R$ 1,72 para cada real investido segundo o OddsShark.com.

Outro técnico em apuros é Rafa Benítez. Com passagens por grandes da Europa, como Valencia, Real Madrid, Internazionale, Chelsea e Liverpool, o espanhol não possui o prestígio de antigamente, mas ainda consegue estar nas grandes ligas. Desde janeiro de 2016 no Newcastle, o treinador não conseguiu evitar o rebaixamento da equipe naquela temporada. Porém, ele liderou o clube na Championship e retornou à elite nesta temporada.

O problema é que os Magpies não conseguem ter regularidade na PL. Em 15º na tabela, o tradicional clube inglês está um ponto acima do Southampton, primeiro clube no Z-3. Por isso, Benítez é o segundo mais cotado a deixar o cargo, com taxa de R$ 5,00.

Saindo de cena?

Como deixamos claro anteriormente, os odds são vinculados aos treinadores com risco de deixar o cargo. Mas isso não significa demissão. É o caso, por exemplo, de Antonio Conte. Atual campeão inglês com o Chelsea, o italiano não atravessa grande fase no clube, seja pelos resultados dentro de campo, ou mesmo pela falta de reforços já solicitada ao poderoso mandatário Roman Abramovich.

Especulado no Real Madrid e PSG, por exemplo, Conte é avaliado em R$ 13,00 de acordo com o OddsShark.com para dizer adeus aos Blues. Apesar da cotação alta, não causaria surpresa se o treinador de personalidade forte pegasse o seu boné e fosse parar na França ou Espanha.

Técnicos que podem deixar os seus cargos na Premier League:

1º Mauricio Pellegrino (Southampton) – R$ 1,72
2º Rafa Benítez (Newcastle) – R$ 5,00
3º Antonio Conte (Chelsea) – R$ 13,00
4º Chris Hughton (Brighton) – R$ 15,00
5º Arsène Wenger (Arsenal) – R$ 21,00

Confira outros odds do futebol internacional na Trivela.