Em prova de fogo contra o Grêmio, Palmeiras é zebra para manter a liderança

Após passarem ilesos durante o meio de semana, o G-4 do Brasileirão, formado pelo líder Palmeiras, com 46 pontos, Flamengo, com 43, Atlético Mineiro, com 42, e Corinthians, com 40, tem prova de fogo durante a 24ª rodada, que acontece de sábado a segunda-feira (10 a 12 de setembro). Enquanto o Rubro-Negro, vice-líder do nacional, viaja a Salvador (BA) para enfrentar o desesperado Vitória, o Alviverde tem confronto complicadíssimo contra o Grêmio, em Porto Alegre (RS). Já o Galo tem o Fluminense no Rio de Janeiro, e o Corinthians mede forças com o Santos, no clássico paulista da rodada.

Além da possibilidade de mexerem com as primeiras posições do campeonato, os embates de logo mais podem trazer altos ganhos aos investidores do Oddsshark.com/br. Isso porque times com campanhas para lá de boas, como são os casos de Palmeiras e Atlético-MG, são zebras em seus jogos e podem surpreender os apostadores.

Após vencer de virada o São Paulo no Choque-Rei disputado no Allianz Parque, o Palmeiras tem nova missão árdua. Precisa bater o Tricolor Gaúcho no Sul do país para manter a vantagem de uma rodada sobre o Flamengo. Apesar de ter o artilheiro Gabriel Jesus à disposição para jogar os 90 minutos, o técnico Cuca terá duas importantes baixas: o lateral Jean e o zagueiro Yerry Mina, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Edu Dracena e Thiago Martins brigam pela vaga do colombiano, enquanto João Pedro e Fabiano disputam a posição do polivalente.

Mesmo com os seis jogos de invencibilidade, o Verdão vai para o jogo contra os gaúchos como franco atirador. Segundo o Oddsshark.com/br, uma vitória alviverde paulista paga R$ 3,40 para cada real investido, gerando lucro de 240%. Já para os donos da casa, que vêm de derrota humilhante para o Coritiba (4 a 0) na última quarta-feira, o alento é o favoritismo na casa de apostas. Os gremistas, hoje em sexto lugar, com 36 pontos, estão cotados em R$ 2,10. Caso um triunfo dos mandantes se concretize, uma aposta de R$ 100, por exemplo, renderá R$ 210. O empate paga R$ 3,40.

Já o Flamengo, que possui a melhor campanha do torneio ao lado do Palmeiras, pega o Vitória, 18º com 26 pontos, no Barradão, tentando pressionar o líder. Com o peruano Paolo Guerrero, goleador do time na temporada com 13 gols, de volta após jogar por seu país durante as Eliminatórias, o técnico Zé Ricardo terá praticamente força total – a exceção é o meia Ederson, que, com lesão no joelho, tem prazo de retorno indefinido.

O Rubro-Negro carioca se sentirá praticamente em casa. Até agora foram vendidos mais de 22 mil ingressos, sendo que o setor destinado aos flamenguistas está esgotado. Até por conta disso, o Mengão é favorito, tendo sua vitória aportada em R$ 2,40, contra R$ 2,88 dos mandantes e R$ 3,30 do empate. O Vitória precisa derrotar o vice-líder para deixar a zona do rebaixamento e garantir paz ao técnico Vagner Mancini. Aguardando liberação do departamento médico sobre os zagueiros Victor Ramos e Henrique, o Leão pode ter a estreia do atacante Zé Eduardo, mais conhecido como Zé Love, ex-Santos, que pode ser peça fundamental para balançar as redes adversárias e assegurar os três pontos aos baianos.

Outros confrontos que chamam atenção, é bem verdade que por suas disparidades nas probabilidades dos investidores do Oddsshark.com/br, são os embates entre São Paulo e Figueirense, no Morumbi, e Ponte Preta e América Mineiro, no Moisés Lucarelli. Mesmo em crise, o Tricolor Paulista, 14º com 28 pontos, é favorito para o duelo contra os catarinenses, pagando R$ 1,53 por uma vitória para cada real investido. Já o Figueira, primeiro time do Z-4, necessita de apenas um empate, avaliado em R$ 3,60, para sair da degola. Os três pontos do Alvinegro, que são considerados investimentos de extremo risco em caso de aposta, pagam R$ 7,50, a maior cotação da rodada junto com a do América Mineiro. Por falar no Coelho, o time mineiro, último colocado na competição, vai a Campinas enfrentar a Ponte Preta. A Macaca tenta se recuperar da derrota sofrida para o Flamengo na última rodada e está cotada em R$ 1,53. Uma igualdade no placar é avaliada em R$ 3,60.

Confira os jogos, horários e as cotações da 24ª rodada do Brasileirão:

Sábado (10/09)
18h30 – Vitória (R$ 2,88) x Flamengo (R$ 2,40); empate (R$ 3,30)

Domingo (11/09)
11h – Chapecoense (R$ 2,25) x Coritiba (R$ 3,40); empate (R$ 3,10)
11h – São Paulo (R$ 1,53) x Figueirense (R$ 7,50); empate (R$ 3,60)
16h – Atlético-PR (R$ 2,20) x Internacional (R$ 3,40); empate (R$ 3,20)
16h – Cruzeiro (R$ 1,62) x Botafogo (R$ 5,50); empate (R$ 3,75)
16h – Santos (R$ 2,30) x Corinthians (R$ 3,20); empate (R$ 3,20)
16h – Sport (R$ 2,10) x Santa Cruz (R$ 3,50); empate (R$ 3,30)
18h30 – Grêmio (R$ 2,10) x Palmeiras (R$ 3,40); empate (R$ 3,40)
18h30 – Ponte Preta (R$ 1,53) x América-MG (R$ 7,50); empate (R$ 3,60)

Segunda-feira (12/09)
20h – Fluminense (R$ 2,38) x Atlético-MG (R$ 3,00); empate (R$ 3,25)