À espera de um novo milagre: contra cotações, Benevento se inspira em saga do Crotone para permanecer na Série A da Itália

 O ano de 2018 chegou e a saga pela permanência na Série A ganha ainda mais tensão com a segunda metade da temporada. Com três vagas em aberto para a Série B, resta saber quem dos atuais cinco clubes italianos que rondam a perigosa zona – Benevento, Verona, Crotone, Spal e Cagliari – viverá o inferno ou comemorará o ano novo antecipado. Na coluna de hoje, vamos destrinchar os odds da luta para permanecer na elite e quais as chances de faturamento com as apostas de futebol do OddsShark.com, em uma disputa que promete ir até a última rodada do Calcio.

Benevento

Se existe um time na Itália que possui todas as condições cair é o Benevento. Depois de alcançar bravamente a oportunidade de jogar a Série A, os bruxos estão com a corda no pescoço e o retorno à segunda divisão parece bastante provável. Não dissemos “com certeza” porque a equipe dirigida por Roberto De Zerbi tem uma inspiração para sair da lanterna – são apenas sete pontos em 20 jogos.

Considerado “carta fora do baralho” na temporada passada, ficando 11 pontos abaixo da linha da degola, o Crotone atingiu uma das maiores – se não a mais – façanhas da história do futebol italiano. Indo na contramão de inúmeros times que demitem técnicos quando a fase não é boa, o clube manteve Davide Nicola e, acreditem se quiser, se safou do rebaixamento.

Assim, o Benevento, que passou um turno inteiro sem vencer uma partida, começa a dar indícios que sonhar é sim possível. Apesar da cotação de R$ 1,00 segundo o OddsShark.com para deixar o Calcio, os bruxos apostam em seus feitiços para surpreender os rivais. Tanto é que a equipe vem de duas vitórias consecutivas – Chievo e Sampdoria.

Verona

Penúltimo colocado no Calcio com 13 pontos, o Hellas Verona tem repetido suas últimas performances na elite italiana. Mesmo com um time considerado justo para ficar na Série A, o clube liderado pelo experiente Pazzini – quatro gols na atual edição – bate e volta. Assim ocorreu em 2016 e, ao que tudo indica, deve acontecer novamente. Para piorar, o técnico Fabio Pecchia perdeu uma de suas principais referências, o zagueiro uruguaio Martín Cáceres, que reforçará a Lazio.

Cotados em R$ 1,40 para retornar à segunda divisão, os scaligeri também precisam derrubar o retrospecto negativo. Isso porque o clube vem de três resultados ruins – Udinese, Juventus e Napoli. Como consolo, o Verona terá um confronto direto logo mais, contra o Crotone, e o apoio de sua torcida pode ser fundamental para que o favoritismo de R$ 2,15 nos odds se concretize dentro de campo.

Crotone

Como já adiantamos, o Crotone sabe o que é lidar com a pressão da degola e tem o antídoto. Mas será que o raio caiu duas vezes no mesmo lugar? A diferença para esta temporada é que a equipe não tem mais o técnico Davide Nicola, que caiu na 15ª rodada. Walter Zenga chegou e com ele surge a esperança de a equipe seguir na Série A.

Com o mesmo número de pontos da Spal – 15 -, recém-promovido à primeira divisão, os pitagóricos perdem no saldo de gols – diferença de oito tentos. Além da defesa, que é a terceira pior do campeonato, o clube tem tido muitas dificuldades para balançar as redes adversárias. São apenas 13 gols em 20 jogos, empatando com o Benevento, que possui o pior ataque do campeonato. Se o setor liderado por Budimir não melhorar, os odds que hoje são de R$ 1,50 segundo o OddsShark.com têm tudo para serem ainda mais baixos.

Spal e Cagliari

E, por fim, temos o Spal, único dos clubes que vieram da Série B que tem segurado o rojão, e o Cagliari. Se os spallini estão fora do Z-3, isso ocorre graças ao atacante Mirco Antenucci, que tem sido o maestro do time com seis gols e três assistências. Por outro lado, Borriello, que chegou com status de goleador após 16 tentos pelo Cagliari, ainda não se encontrou no clube. Por isso, se o centroavante voltar a marcar e Antenucci mantiver o faro, o clube dirigido por Leonardo Semplici não precisará se preocupar. Hoje, os odds do Spal contra degola são de R$ 1,80.

Já o Cagliari, que possui taxa de R$ 9,00 não ser rebaixado, vive a cada ano a mesma história. O clube é figura recorrente na parte debaixo da tabela – terminou em 11º no ano passado. Mas pelo menos não podemos acusar o clube de omissão já que Massimo Rastelli durou apenas oito rodadas. Desde a chegada do treinador Diego López, o clube ganhou novo fôlego e ocupa a 16ª posição, cinco pontos acima do descenso.

Com mais elenco que o trio da zona da degola, o time da região da Sardenha não parece que vai cair. Porém, é importante fazer valer os jogos em casa, como o duelo com o instável Milan, no próximo dia 21. Eles dependem apenas de si!