Vitória do Galo paga R$ 3,23 por real apostado a quem confiar na revanche contra o Grêmio

Uma semana depois do previsto inicialmente, Grêmio e Atlético Mineiro entrarão em campo nesta quarta-feira (7) para o segundo e último jogo da grande final da Copa do Brasil. Em virtude do trágico acidente envolvendo o avião da Chapecoense, o futebol brasileiro parou por sete dias e retomará as atividades exatamente com o reencontro de tricolores e alvinegros.

Com larga vantagem no agregado por ter vencido a partida de ida em pleno Mineirão por 3 a 1, o Grêmio é o favorito para o jogo de volta – e isso até mesmo os atleticanos parecem saber. Mesmo que na final não exista o critério de gol fora de casa, a missão de se fazer dois gols de diferença para levar para os pênaltis e três para se sagrar campeão é bem complicada para o Atlético Mineiro. E é por isso que, de acordo com o Oddsshark.com/br, um triunfo dos visitantes paga R$ 3,23 por cada real apostado.

O que torna a tarefa do time agora comandado por Diogo Giacomini – já que Marcelo Oliveira foi demitido após o resultado ruim no jogo de ida – ainda mais complicada é o histórico do Galo como visitante em 2016. Um levantamento feito pelo Globoesporte.com mostra que dos 35 jogos do Atlético Mineiro fora de casa, a equipe venceu apenas nove. E desses, uma única vez a diferença foi igual ou superior a de dois ou três gols – um 3 a 0 diante do Tupi pelo Campeonato Mineiro. Nas demais partidas, os mineiros venceram por apenas um gol de vantagem.

Outro fator que pode pesar é o lado psicológico. Quem garantiu isso foi Robinho, a principal estrela do time e que ainda acredita na chance da virada. Apesar de ter fé na taça, o atacante deu entrevistas durante a semana informando não saber como a equipe reagirá caso não consiga fazer gols de maneira rápida. Para dar um apoio neste sentido, atletas que não poderão jogar, como Leonardo Silva e Otero, lesionados, e Fred, que já atuou na competição pelo Fluminense, também foram convocados para ir até Porto Alegre e ficarão com o grupo.

Grêmio ou empate?

As duas outras possibilidades de resultado na partida decisiva são mais viáveis de se colocar algum dinheiro. O triunfo dos donos da casa, ainda segundo o Oddsshark.com/br gera um retorno de R$ 2,19 para você que investiu na equipe de Renato Gaúcho. O ex-atacante, aliás, foi o principal responsável por fazer o tricolor gaúcho bem mais consistente defensivamente. Desde sua entrada no comando da equipe, o número de gols tomados praticamente caiu pela metade.

O principal desfalque fica por conta de Pedro Rocha. O atacante que foi de herói a vilão no jogo de ida, quando fez dois gols e foi expulso na sequência, agora cumprirá suspensão automática e deve ceder seu lugar para Everton. Nada que tire o sono da torcida gremista, que já comprou todos os ingressos disponíveis e devem levar à arena cerca de 55 mil pessoas – o maior público da história do estádio.

Outro ponto que ajuda bastante a acreditar que o título ficará em terras gaúchas é o desempenho do tricolor atuando em seu estádio nesta competição. Não que ele seja primoroso, longe disso, mas em nenhum dos três jogos que fez na Arena o Grêmio levou dois gols ou mais. Diante do Atlético Paranaense, derrota por 1 a 0 e classificação nos pênaltis. Contra o Palmeiras, vitória por 2 a 1. E na vez do Cruzeiro, empate em 0 a 0.

E o Grêmio não precisa nem sair vitorioso para levantar a taça da Copa do Brasil pela quinta vez – deixando o Cruzeiro para trás e se isolando como maior vencedor deste torneio. Uma derrota por um gol de diferença ou até mesmo o empate garante o caneco. Na segunda hipótese, ainda levando em conta os números do Oddsshark.com/br, o retorno aos investidores seria de R$ 3,29 por real colocado. E aí, vai apostar as suas fichas em quem?

Vale lembrar que a grande final terá início às 21h45 (pelo horário de Brasília) e será transmitida para todo o Brasil. São previstas diversas homenagens às vítimas do acidente em que estava o time da Chapecoense.