Inter pode incendiar Brasileirão se vencer o Palmeiras e confirmar prévia com 607% de lucro

Restam apenas cinco jogos para os 20 clubes que disputam o Brasileirão. Cada um com uma missão, alguns objetivos em comum, mas só o destino poderá dizer quem vai ter motivos para sorrir ou chorar no fim. A 34ª rodada começa, no sábado (05), na pegada dos melhores filmes de ação, já com dois clássicos regionais (e decisivos) de cara.

Um dos aspectos mais interessantes a se destacar é que, hoje, nenhuma equipe está fora de briga qualquer. Resumindo, nenhum time pode se dar ao luxo de entrar em campo de corpo mole, pois o castigo seria iminente. Tanto que a segunda maior expectativa de lucro vem da partida entre o líder, Palmeiras, e o Internacional, que luta para não cair (abordaremos adiante).

Sem mais delongas, o primeiro confronto do fim de semana é simplesmente a maior rivalidade do futebol carioca na atualidade. Seja no gramado ou nos bastidores, Flamengo e Botafogo estão sempre às turras. O último capítulo da queda de braço entre alvinegros e rubro-negros diz respeito à divisão dos espaços para o duelo de amanhã, às 17h (horário de Brasília), no Maracanã. Em resposta à atitude do clube de General Severiano, o Fla liberou apenas 10% dos bilhetes para o confronto, mesma carga a que teve direito no primeiro turno. A guerra de nervos já começou antes do apito inicial.

Mas estamos aqui para falar de probabilidades, não é? Portanto, de acordo com o Oddsshark.com/br, o Flamengo é o grande favorito, quando o pagamento em cima deste palpite é de R$ 1,77 por R$ 1, quantia que sobe para R$ 8,00/R$ 1, com dois gols de vantagem no placar.

Invicto há seis partidas, quando venceu cinco compromissos em sequência, o Botafogo tem dois grandes motivos para lutar pelos três pontos. O primeiro é se manter no G-6. Em seguida, a possibilidade de contribuir para que o time da Gávea não seja campeão. Portanto, apostar no Fogão pode trazer a recompensa de R$ 4,66/R$ 1, enquanto o empate vale R$ 3,52/R$ 1.

No mesmo dia, só que às 19h30, o Morumbi irá se transformar num caldeirão, em mais uma edição do dérbi entre São Paulo e Corinthians. Com o Tricolor mais irregular que previsão do tempo, a torcida será fundamental para empurrar o mandante, que ainda corre risco de rebaixamento. Já o Timão tem a única chance de salvar o ano, estéril em termos de conquistas, com o consolo da qualificação para a próxima edição da Copa Libertadores da América, quando está apenas a um ponto do G-6 – o Atlético Paranaense fecha o grupo com 51 pontos.

E o que diz o Oddsshark.com/br? Triunfo mais viável aos são-paulinos (R$ 2,19/R$ 1). Se o time do Parque São Jorge aumentar a aflição do rival, os investidores terão rendimento de 344% nos aportes. Se ambos somarem um ponto apenas, a margem de resgate cai para 318%.

Mas quem está acompanhando a briga pela taça com a sede do bote final é o Santos. E as possibilidades da conquista, há pouco tempo remotas, são cada vez mais reais. A explicação é simples: se o Peixe ganhar da Ponte Preta (R$ 2,75/R$ 1), no sábado, às 21h (horário de Brasília), no Moisés Lucarelli, dormirá a apenas três pontos do Palmeiras, que ocupa o topo da tabela com 67. Mas se a Macaca estragar tais planos (R$ 2,75/R$ 1), o jeito será o santistas focarem no acesso direto à fase de grupos da Libertadores – o empate, em Campinas, paga R$ 3,17 sobre cada real, conforme prévia do Oddsshark.com/br.

Mas a realidade é que, a cinco rodadas do desfecho do Brasileirão, só o Verdão depende das próprias forças para faturar o título. Em tese, o adversário do próximo domingo, às 17h (horário de Brasília), no Allianz Parque, não oferece grande perigo às pretensões de vitória do Palestra. Já que o Inter, além da decepção com a eliminação da Copa do Brasil, é forte candidato à queda para a Série B. Mas nesta altura do campeonato, literalmente, a fome das equipes é cada vez maior. Difícil falar em zebra, pois a grande maioria dos embates é marcada pelo nivelamento.

A torcida palmeirense quer mesmo é comemorar mais três pontos e ver os apostadores serem contemplados com 60% de lucratividade. Mas os amantes do futebol sabem que a garantia de emoção até a última rodada depende da redenção colorada, quando o triunfo traria 607% de rentabilidade, contra 368% da igualdade no marcador, de acordo com o Oddsshark.com/br.

Confira os palpites para os demais jogos da 34ª rodada do Brasileirão:

06/11 – 17h: (R$ 1,90) Vitória x Atlético-PR (R$ 4,26) – Empate: R$ 3,29

06/11 – 17h: (R$ 1,92) Cruzeiro x Fluminense (R$ 4,20) – Empate: R$ 3,27

06/11 – 17h: (R$ 1,83) Santa Cruz x América Mineiro (R$ 4,27) – Empate: R$ 3,50

06/11 – 19h30: (R$ 2,42) Coritiba x Atlético Mineiro (R$ 2,97) – Empate: R$ 3,16

06/11 – 19h30: (R$ 1,82) Chapecoense x Figueirense (R$ 4,62) – Empate: R$ 3,37

07/11 – 20h: (R$ 1,57) Grêmio x Sport Recife (R$ 6,17) – Empate: R$ 3,77