Líder isolado, Palmeiras é o grande vencedor da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro

Clássicos, duelos emocionantes e uma média de mais de três gols por partida (3,11). Que rodada do Campeonato Brasileiro 2016! E quem se deu melhor após nove jogos disputados nesse final de semana (16 e 17) foi o Palmeiras. Tirando o Verdão, dos oito primeiros colocados da tabela, apenas o Santos venceu. Os comandados de Cuca se isolaram na primeira colocação com 32 pontos, três a mais do que rival Corinthians. O time é o melhor mandante, o melhor visitante, tem o melhor ataque da competição e perdeu apenas um dos últimos dez compromissos. O Alviverde é o principal candidato ao título após a 15ª rodada.

O Palmeiras viajou ao sul do País e venceu o Internacional por 1 a 0, no Beira-Rio. A tarde do último domingo (17) era de festa colorada em Porto Alegre – pelo retorno do ídolo Falcão ao comando do Inter –, mas quem deu as cartas foi o time visitante. A equipe gaúcha até tentou colocar em prática alguns ensinamentos do novo técnico, mas não foi páreo para o líder do campeonato.

Com a clássica marcação alta, marca registrada do técnico Cuca, o Alviverde neutralizou a troca de passes do oponente e foi superior durante os 90 minutos. Domínio principalmente na primeira etapa: o Palmeiras fez o gol logo aos 10 minutos e teve outras quatro chances de ampliar. Erik recebeu passe de Gabriel Jesus e ganhou na velocidade da marcação colorada. Mesmo desequilibrado, o camisa 14 colocou a bola no canto direito de Marcelo Lomba. Único gol do duelo. O Inter até tinha mais posse de bola, mas pouco ameaçava o gol palmeirense.

O Colorado melhorou no segundo tempo, após a entrada de Valdívia, e chegou a esboçar uma reação. A pressão até aconteceu, porém sem levar perigo ao gol de Fernando Prass. O goleiro, que se despede do time para a disputa das Olimpíadas, fez apenas uma defesa no jogo inteiro. Vitória importantíssima para o Palmeiras, que fez a festa dos que acreditaram no time do Palestra Itália. Quem investiu em um triunfo do Alviverde no Beira-Rio, o que não acontecia há 19 anos, faturou R$ 3,05 para cada real investido. Foi a quinta derrota consecutiva do Internacional, que não vence há sete partidas.

Clássicos ficaram no empate

A 15ª rodada também foi também marcada por dois clássicos, um paulista e um carioca, e ambos terminaram sem vencedor. Machucado pela eliminação na Libertadores na última quarta-feira (13), o São Paulo foi para Itaquera encarar o rival Corinthians em boa fase. Mesmo desgastado fisicamente, o Tricolor dominou as ações em boa parte do duelo e mostrou uma força ainda desconhecida atuando na casa do rival. Do outro lado, o Corinthians fez um jogo muito abaixo do vice-líder do campeonato. O Alvinegro se mostrou desorganizado taticamente e até perdido em alguns momentos.

Pelo panorama do duelo, o empate por 1 a 1 pode ser considerado bom para ambos os lados. O São Paulo conquistou o primeiro ponto na Arena Corinthians em cinco partidas disputadas no estádio. Já o Corinthians segurou o empate após uma atuação muito ruim. O Tricolor permanece próximo do G4, com 22 pontos, já o Corinthians segue em segundo, três pontos atrás do líder Palmeiras. Quem investiu no empate no clássico paulista faturou R$ 3,61 para cada real. Um triunfo tricolor – que quase aconteceu – pagaria R$ 5,57 para cada real investido na partida do último domingo (17).

No dia anterior (16), Botafogo e Flamengo se encontraram no estádio Luso-Brasileiro e também ficaram na igualdade: 3 a 3. Por muito pouco, o Rubro-Negro não estragou a festa do rival, que fazia sua estreia na Arena Botafogo – nova casa da equipe no Brasileirão. Na base da raça, o Alvinegro foi buscar um empate improvável após estar perdendo por 3 a 1. O Fogão precisou de três minutos para marcar duas vezes e retomar a igualdade no duelo, que acabou em 3 a 3. Os gols foram marcados por Neílton e Salgueiro, ambos apostas do técnico Ricardo Gomes na segunda etapa.

O triunfo foi bastante comemorado pelo torcedor, mas não ajudou muito o Alvinegro na briga contra o rebaixamento. O Botafogo estacionou na 15ª posição, com 17 pontos. Já o Fla perdeu a chance de encostar no G4. Os comandados de Zé Ricardo se encontram na 6ª posição – dois pontos atrás do Santos, primeiro time na zona de classificação para a Libertadores.

Mandantes fazem o dever de casa

Dos nove jogos da rodada, em apenas três os mandantes comemoraram a vitória. Na noite de sábado, deu a lógica na Vila Belmiro: o Santos bateu a Ponte Preta por 3 a 1 e se consolidou no G4 da competição. O triunfo de Gabigol e companhia já era esperado e pagou 1,41 para 1.

Já a vitória do Sport na Ilha do Retiro fez a alegria dos investidores. Mesmo afundado na zona de rebaixamento, o time do Recife fez valer o mando de campo e goleou o Grêmio – terceiro colocado do Brasileirão – por 4 a 2, na noite do último domingo. Quem investiu no Leão da Ilha ganhou R$ 2,67 para cada real. Era o segundo maior odd para um time mandante na rodada.

Outro que fez valer o mando de campo foi o Fluminense. O Tricolor Carioca dominou no primeiro tempo e venceu o Cruzeiro por 2 a 0 em Edson Passos – nova casa do Flu durante as Olimpíadas. O triunfo mantém o time carioca no meio da tabela (9º) e afunda o rival mineiro na zona de rebaixamento (18º). Os que investiram em uma vitória tricolor ganharam R$ 2,38 para cada real.

A 15ª rodada se encerra nesta segunda-feira (18), com o embate entre Atlético-MG e Coritiba, jogo isolado que acontece às 20h no estádio Independência, em Belo Horizonte.

Confira todos os resultados da rodada:

Sab 16/07/2016 Luso-Brasileiro 16:00
Botafogo 3×3 Flamengo

Sab 16/07/2016 Vila Belmiro 18:30
Santos 3×1 Ponte Preta

Dom 17/07/2016 Independência 11:00
América-MG 0x3 Santa Cruz

Dom 17/07/2016 Édson Passos 16:00
Fluminense 2×0 Cruzeiro

Dom 17/07/2016 Arena Corinthians 16:00
Corinthians 1×1 São Paulo

Dom 17/07/2016 Arena da Baixada 16:00
Atlético-PR 1×1 Vitória

Dom 17/07/2016 Orlando Scarpelli 16:00
Figueirense 1×1 Chapecoense

Dom 17/07/2016 Beira-Rio 16:00
Internacional 0x1 Palmeiras

Dom 17/07/2016 Ilha do Retiro 18:30
Sport 4×2 Grêmio

Seg 18/07/2016 Independência 20:00
Atlético-MG x Coritiba