Quem é o Leicester da vez nas casas de aposta para a Premier League?

Há um ano, quem poderia imaginar que um coadjuvante roubaria a cena dos gigantes ingleses e conquistaria o título da Premier League? E justamente em um país famoso pelas obras de Shakespeare e as histórias cheias de magia de J. K. Rowling, uma equipe foi capaz de protagonizar uma fábula que será contada por muitos e muitos anos.

No dia 02 de maio de 2016, o pequeno Leicester City, que nos últimos anos brigava apenas para se manter na primeira divisão, encantou o mundo ao superar todas as expectativas e derrubar a lógica dos números com a inimaginável conquista da liga nacional de clubes mais disputada do planeta.

Antes do início da última temporada, o clube do condado de Leicestershire estava entre os últimos na cotação das principais casas de apostas, quando o, até então, título praticamente impossível pagava 5000 vezes o valor apostado por quem acreditasse na façanha.

Os motivos eram inúmeros, como o quase rebaixamento do ano anterior, a falta de jogadores de renome no elenco, um técnico sem títulos de expressão, sem contar a missão de superar equipes do calibre e poder de investimento de Chelsea, Manchester City, Manchester United, Arsenal, Liverpool e do próprio Tottenham, que ameaçou o milagre do Leicester na reta final da competição.

E o que encanta no futebol e na própria vida é que sempre há alguém que acredita naquilo que os outros julgam impossível. Há histórias de torcedores que acreditaram na façanha antes mesmo do pontapé inicial, mas peguemos o caso de Leigh Herbert, um torcedor de 39 anos dos Foxes que, em setembro do ano passado, fez uma aposta de 75 libras (R$ 386,00 no câmbio da época) na William Hill, logo no início da Premier League, quando as chances de ele acertar o palpite eram de 0,06%.

Um levantamento foi feito para saber quantas pessoas investiram na inédita conquista do Leicester, que apurou o número de 25 felizardos. No caso específico de Herbert, o prêmio foi de ‎£ 112.500, cerca de R$ 582 mil, de acordo com o câmbio daquele período. E o lucro dele não parou por aí, pois a aposta de que o capitão do time do coração, Wes Morgan, levantaria a taça se confirmou. Resultado: mais ‎£ 15 mil (R$ 77.443,50) na conta bancária.

Mas, às vésperas do início da temporada 2016/2017, todos estão se perguntando sobre a possibilidade de um raio cair duas vezes no mesmo lugar nas casas de apostas. As projeções já foram feitas, e temos, no momento, três clubes em condições mega improváveis de levar o título: Burnley, Hull City e West Bromwich, ambos com margem de lucro de R$ 1,5 mil por cada aplicação de R$ 1, segundo o Oddsshark.com/br.

>>> No país das apostas, Premier League arranca com City (e Agüero) favoritos nas cotações

Dois desses times acabaram de subir (Burnley e Hull), enquanto o West Brom traz características que vão mexer com o imaginário dos apostadores que levam em consideração as coincidências. Na temporada anterior ao inédito título, o Leicester lutou até as rodadas finais para não cair, mas se salvou e terminou em 14º lugar na classificação final, que foi a mesma posição alcançada pelo Albion na última edição da liga inglesa.

Além disso, o caixa do clube está perto de receber um grande reforço, já que a diretoria do West Bromwich anunciou no início do mês que o fundo de investimentos chinês Yunyi Guokai (Shanghai) Sports Development Limited fechou a compra do clube em uma operação milionária.

A aprovação do negócio depende agora das autoridades financeiras da Inglaterra e dos dirigentes da liga. Portanto, muito em breve, reforços de peso podem aportar no Estádio Hawthorns. Então, já sabe: se o West Brom for campeão, não diga que não avisamos!

Cotação dos outros times da Premier League

Ainda na seara das zebras, temos Swansea, Middlesbrough, Sunderland, Watford e Bournemouth com margem de lucro de R$ 1 mil por cada real investido. Mas entre os favoritos, a dupla de Manchester atrai todos os holofotes, já que ambos gastaram (e ainda gastam) fortunas para qualificar seus elencos, sem falar que os dois técnicos mais badalados dos últimos anos se mudaram para a cidade. Na parte azul (City), está Pep Guardiola; na vermelha (United), José Mourinho.

O treinador espanhol, que brilhou com o Barcelona e foi, recentemente, tricampeão alemão com o Bayern de Munique, terá os reforços de Gündogan (Borussia Dortmund), Mooy (Melbourne City), Nolito (Celta), Zinchenko (Ufa), Sané (Schalke 04), Stones (Everton), Gabriel Jesus (fica até o fim do ano no Palmeiras) e Marlos Moreno (Atlético Nacional), emprestado ao La Coruña.

E o Manchester City é o time apontado pelas principais casas de apostas para sagrar-se campeão inglês, quando este palpite pagará aos apostadores R$ 3,50 por cada real aplicado; um pouco à frente do segundo melhor cotado, os arquirrivais Diabos Vermelhos, que proporcionarão margem de lucro de R$ 4,30/R$ 1. Mas a confiança é grande pelos lados de Old Trafford, já que Mourinho, mais experiente que (o estreante) Guardiola na Premier League, trouxe grandes campeões, como Pogba (Juventus), Ibrahimovic (PSG), Mkhitaryan (Borussia Dortmund) e Bailly (Villarreal).

Correm por fora Chelsea (R$ 6,50), Arsenal (R$ 7,00), Liverpool (R$ 10,00), Tottenham (R$ 10,00) e atual campeão, Leicester (R$ 29,00). A primeira rodada será neste sábado (13), em uma temporada que se encerra no dia 21 de maio de 2017, quando saberemos quem fez a escolha certa.

Cotação dos demais times:

West Ham – R$ 81,00
Everton – R$ 81,00
Southampton – R$ 101,00
Stoke City – R$ 501,00
Crystal Palace – R$ 751,00