Quem fica, quem cai? Veja os times mais cotados ao rebaixamento na Premier League 2017/2018

Huddersfield comemora o aceso à Premier League (Photo by Gareth Copley/Getty Images)

Se já não está fácil prever quem ficará com o título da 26ª edição da Premier League, que dá início nesta sexta-feira (11 de agosto), imagine só cravar quem cairá para a Championship, a segunda divisão. Pois é, a coluna de hoje do OddsShark.com na Trivela vai abordar quem possui chances de sair da elite do futebol inglês e, é claro, seus respectivos odds. Newcastle, Huddersfield (foto) e Brighton retornam à primeira divisão, mas será que terão forças para permanecer? E quais são as projeções de Watford e Swansea, que flertaram com o Z-3 na temporada passada?

Newcastle luta contra instabilidade

Um dos times mais tradicionais da Inglaterra, o Newcastle vive uma verdadeira gangorra no torneio local. Hora está na Premier League, hora é rebaixado. E isso, obviamente, afeta as finanças do clube. Prova disso é que quando foi rebaixado, em 2015/2016, o clube deixou de abocanhar altas cifras do novo contrato bilionário da competição com emissoras de tevês.

Mas isso já faz parte do passado. Os Magpies, conduzidos pelo espanhol Rafa Benítez, fizeram ótima campanha na temporada passada e garantiram retorno à primeira divisão com duas rodadas de antecedência e o título da Championship. Com parte da base campeã mantida, o clube conta com o faro de gol de Gayle, que anotou 23 gols em 34 jogos segunda divisão. Ele é peça fundamental para o Newcastle não cair, que tem cotação de R$ 4,50 para cada real investido.

Caçulas Huddersfield e Brighton tentam sobreviver

Ao contrário do Newcastle, que conta com considerável poder aquisitivo, Huddersfield e Brighton subiram para a primeira divisão na “raça”. Para você ter ideia, o patrocínio máster do Brighton em 2016 foi de 1,5 milhão de libras. A efeito de comparação, o Manchester United recebe 50 milhões de libras anuais da Chevrolet. Já imaginou a dificuldade destes clubes?

E será assim que as duas equipes vão disputar a Premier League, com cada jogo sendo uma final. O Brighton, que está localizado no sul do país, retorna ao torneio máximo da Grã-Bretanha após 34 anos. E esta volta será especial, pois os Seagulls terão a oportunidade de reviver o Derby com o Crystal Palace. Mas isso não é o mais importante, já que o time é o segundo favorito nas casas de apostas a cair, com odds de R$ 2,20.

O primeiro entre os candidatos ao rebaixamento é outro caçula, o Huddersfield, que chega à elite depois de desbancar o Reading nos playoffs. Os Terriers, que também viviam longo jejum de 45 anos sem jogar a Premier League, tentam derrubar os prognósticos das apostas de futebol para se segurem na elite. Prova disso é que apesar do orçamento modesto, o time dirigido pelo alemão David Wagner quebrou por três vezes o recorde de transferências de sua história nesta janela, trazendo Tom Price, Aaron Mooy e Steve Mounié. Vamos ver se a equipe conseguirá ser a zebra de 2017/018, já que até agora é a favorita a cair, com taxa de R$ 1,66 segundo o OddsShark.com.

Qual Swansea atuará na Premier League?

A pergunta é clara e traz referência ao time do primeiro turno da temporada anterior, que teve apenas três vitórias em 19 jogos disputados, ou o clube que surpreendentemente conseguiu 29 pontos depois da chegada do técnico Paul Clement na metade do campeonato e safou os Swans do rebaixamento. E se a instabilidade da equipe causa preocupação, ela pode se tornar maior se o meia islandês Gylfi Sigurosson, alvo do Everton, se transferir para Liverpool. Aí, a taxa que hoje é de R$ 3,00, pode se tornar ainda mais baixa, o que em termos de odds, é um indicativo que o clube estará em maus lençóis.

Abre o olho Watford

Time mais indisciplinado da competição em 2016/2017 com 84 amarelos e 5 vermelhos e ficando uma posição à frente do Z-3, o Watford terá que controlar os ânimos se quiser permanecer entre os 20 clubes. E isso passa pelo comando técnico, já que pela terceira temporada consecutiva o clube terá um treinador diferente. A bola da vez é o português Marco Silva, que trabalhou no Sporting e Hull City. Ele chega para dar paz ao time que tem os brasileiros Gomes e Richarlison, este comprado recentemente junto ao Fluminense. Na luta contra o descenso, os Hornets são avaliados em R$ 2,75 de acordo com o OddsShark.com.

Principais candidatos ao rebaixamento, segundo as cotações:

1- Huddersfield (R$ 1,66)
2- Brighton (R$ 2,20)
3- Burnley (R$ 2,25)
4- Watford (R$ 2,75)
5- Swansea (R$ 3,00)
6- Newcastle (R$ 4,50)
7- Crystal Palace (R$ 6,00)
8- Bournemouth (R$ 7,00)
9- West Bromwich (R$ 7,00)
10- West Ham (R$ 10,00)

Confira os odds da 1ª rodada da Premier League:

11/08 – 15:45 – Arsenal (R$ 1,53) x Leicester (R$ 6,50); empate (R$ 4,50)
12/08 – 8:30 – Watford (R$ 6,50) x Liverpool (R$ 1,57); empate (R$ 4,33)
12/08 – 11:00 – Crystal Palace (R$ 1,83) x Huddersfield Town (R$ 5,00); empate (R$ 3,60)
12/08 – 11:00 – Chelsea (R$ 1,25) x Burnley (R$ 15,00); empate (R$ 6,50)
12/08 – 11:00 – Everton (R$ 1,70) x Stoke City (R$ 5,75); empate (R$ 3,80)
12/08 – 11:00 – West Bromwich (R$ 2,40) x Bournemouth (R$ 3,30); empate (R$ 3,30)
12/08 – 11:00 – Southampton (R$ 1,61) x Swansea (R$ 6,50); empate (R$ 4,00)
12/08 – 13:30 – Brighton (R$ 12,00) x Manchester City (R$ 1,33); empate (R$ 5,75)
13/08 – 9:30 – Newcastle (R$ 5,50) x Tottenham (R$ 1,70); empate (R$ 4,00)
13/08 – 12:00 – Manchester United (R$ 1,30) x West Ham (R$ 12,00); empate (R$ 5,75)